NOME DO AUTOR

Allan Titonelli

21 POSTS

Estamos em outro patamar

Entre Renatistas, Jorgistas e até Cenistas, Allan Titonelli não titubeia ao afirmar que o Flamengo atual está em outro patamar

Renato retomou a fome de gol do Fla

Aqui no Brasil sempre nos acostumamos com os treinadores sentando em cima do resultado, mas com JJ e Renato o Flamengo mudou essa realidade

Renato, eu te amo!!!

São 4 vitórias, 15 gols marcados e 2 sofridos. Nem o mais otimista dos rubro-negros imaginaria um início dominante assim

Nossa marra irreverente voltou

Renato, em seu segundo jogo, retomou a confiança daquele jeitão que ele gosta de ser. Uma marra irreverente. O Flamengo amassou o Bahia

O que esperar de Renato Gaúcho no Flamengo?

Renato no Fla é amado e odiado, e agora tenta cuidar melhor desse amor como bom gestor de grupo que relega o trabalho tático a auxiliares

Muita culpa ou mea-culpa?

Espelho, espelho meu, existe algum treinador melhor do que eu? A adaptação da frase, extraída do filme da Branca de Neve, serve para aquelas...

Apesar de Ceni, o Flamengo ganhou

A tônica do jogo: apesar de Ceni gritando na beirada do campo os jogadores souberam o que fazer para ganhar

Desse mato (Ceni) não sai coelho

Parece claro que "de onde menos se espera, daí é que não sai nada", como diria o irônico jornalista Barão de Itararé

Brasileirão do Flamengo à vista? Entre o inverno sem fim e o sonho de uma noite de verão

Se ganharmos este Brasileirão, será o acaso, apenas o acaso. Rogério Ceni, ainda, revela apenas a soma de todos os nossos medos

Flamengo lembra o Denorex, parece mas não é!

Contra o Goiás os jogadores lamberam as feridas e se apresentaram com mais empenho, suficiente para vencer uma batalha, mas não a guerra

“Verdadeiros” Professores Pardais

Devaneio de técnico é proporcional a seu desespero por ganhar jogo, por se manter no cargo, por buscar um título ou fugir de rebaixamento

A torcida do Flamengo no divã

Frustações com Dome e Ceni, em contraponto aos sucessos de JJ e Abel Ferreira, escancaram o fenômeno da transferência na torcida do Fla

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro

Balançando na gangorra de Dome

Dome depende da entrega e da convicção de que só o trabalho e a repetição dos conceitos farão alcançar o sucesso

O Fla de Dome no divã de um bar

Definitivamente constato que os torcedores estão precisando ir no divã. Deve ser a pandemia, que deixou todos ansiosos

Retratos de um torcedor órfão

Com a partida dele e de toda sua comissão técnica, Seu Jorge ficou triste, alternando momentos de raiva e de gratidão, ante o adeus do xará

Leia Também