10 promessas do Flamengo que sumiram do mapa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Yago Martins — É bastante comum muitos jovens despontarem na base como uma das grandes promessas de seus clubes e não vingarem da forma como todos esperavam nos profissionais. Sendo assim, o MRN fez uma lista com 10 atletas criados na base do Flamengo que se encaixam neste perfil. Confira abaixo os nomes.

Leia também: Flamengo colocou jovem promessa do rival como mira

Fabiano Oliveira

Alçado aos profissionais em 2004, o centroavante Fabiano Oliveira era tratado como uma das grandes promessas das categorias de base rubro-negra. No entanto, teve dificuldades de se firmar na Gávea e acabou sendo emprestado ao Goiás em 2007. Oscilando bons e maus momentos em Goiânia, o atleta chegou a despertar interesse de clubes europeus. Logo depois defendeu o Nacional da Madeira-POR, Giresunspor-TUR e Boluspor-TUR antes de retornar ao Mais Querido em janeiro de 2012.

Embora tenha ganhando mais experiência, acabou não agradando ao técnico Vanderlei Luxemburgo que o dispensou do elenco profissional. Em seguida, acertou com o Boavista-RJ. Atualmente possui 34 anos e está sem clube.

Diego Maurício

Admirado pelo então técnico Vanderlei Luxemburgo, Diego Maurício passou a ganhar mais chances na reta final do Campeonato Brasileiro de 2010 e fez partidas importantes ajudando o Flamengo a escapar do rebaixamento. Fazendo cinco gols no torneio nacional, o atleta conseguiu cair nas graças da torcida rubro-negra, mas seu rendimento caiu nas temporadas seguintes.

Após o Flamengo recusar uma oferta de € 5 milhões do Shakhtar Donetsk-UCR, Diego não conseguiu repetir uma boa sequência em 2011 e acabou sendo negociado com o Alania Vladikavkaz-RUS em 2012. Logo depois, passou por diversos clubes europeus antes de retornar ao Brasil. Em solo brasileiro, foi atleta do Sport, Red Bull Bragantino e CSA. Atualmente possui 34 anos e defende o Odisha, da Índia.

Caio Rangel

Caio chegou ao Flamengo com 11 anos de idade, e no segundo semestre de 2014 começou a treinar com os profissionais. Grande esperança da torcida após um bom desempenho nas categorias de base, o meia sequer estreou nos profissionais do clube, já que durante sua adaptação ao elenco profissional, foi vendido ao Cagliari, da Itália.

Em solo italiano também não entrou em campo, e rodou pelo futebol português até retornar ao Brasil, onde foi atleta do Cruzeiro, Criciúma, Juventude, Ferroviária e São Bento. Atualmente possui 25 anos e defende o Santo André.

Rafinha

Rafinha chegou às categorias de base por meio de uma parceria do Flamengo com o CFZ do Rio de Janeiro. Foi campeão da Copa São Paulo em 2011 e teve certo protagonismo no elenco profissional rubro-negro em 2013.

Seu auge foi durante o Carioca daquela temporada, onde foi o destaque do Flamengo na vitória por 4 a 2 sobre o Vasco e fez um lindo gol de cobertura contra a Friburguense.

No entanto, como é normal para sua idade, oscilou com a camisa rubro-negra e no seguinte foi emprestado ao Bahia. Desde então, nunca mais retornou à Gávea e passou pelo futebol asiático, mexicano e tailandês. Atualmente possui 28 anos e defende o The Strongest-BOL.

Paulo Sérgio

Paulo Sérgio foi revelado pelo Flamengo aos 17 anos em 2007. À época, o jogador ganhou destaque marcando gols sobre Botafogo, Palmeiras e Figueirense naquele Brasileirão. Após sondagens de clubes europeus, o Rubro-Negro renovou seu contrato com multa rescisória de 20 milhões de euros.

Apelidado de “Dindo” pelos companheiros, chegou a ser xodó da torcida. Entretanto, a promessa não conseguiu se firmar ao longo dos meses. Foi emprestado para Figueirense, Estoril de Portugal e Náutico. Voltou ao Flamengo, mas novamente sem espaço entre os titulares e saiu no fim de 2012, com o término do contrato.

Após o Flamengo, Paulo Sérgio passou por Figueirense, Náutico, Paraná, Criciúma, Juventude, Operário, Avaí, Fortaleza, Cascavel, ABC e CSA. No exterior, defendeu Estoril, de Portugal, Al-Qadisiyah, da Arábia Saudita, Dubai Club, dos Emirados Árabes, Daegu e Seongnam Ilhwa, da Coreia do Sul. Atualmente possui 31 anos e defende a Ponte Preta.

Luiz Antônio

Revelado pelo Flamengo, Luiz Antônio estreou nos profissionais em 2011 e foi campeão da Copa do Brasil em 2013 como um dos destaques do time. No início de 2014, porém, tentou conseguir a liberação do Flamengo na Justiça trabalhista e acabou perdendo a disputa da Taça Libertadores.

Sem sucesso na sua tentativa, acabou acertando a permanência no Fla, mas nunca mais teve o mesmo status no time nem com a torcida. Não voltou a se firmar como titular ao longo de 2014 e 2015, e no início de 2016 foi emprestado para o Sport. Atualmente possui 30 anos e defende o Ajman Club, do Emirados Árabes.

Nixon

Após um excelente fim de Brasileiro em 2014 pelo Flamengo, no qual marcou cinco gols nas últimas sete rodadas, Nixon teve seu contrato renovado por quatro anos, mediante pagamento de luvas de R$ 900 mil e aumento de 200% do seu salário. Mas, no quinto jogo de 2015, o atacante sofreu uma grave lesão no joelho que o afastou dos gramados por mais de 14 meses. Após se recuperar, Nixon não voltou a ter oportunidades pelo Flamengo.

Em seguida, acertou com o América-MG e depois rodou por diversos clubes nacionais. Atualmente possui 28 anos e defende o Mosta FC, de Malta.

Thomás

Campeão da Copa São Paulo ao lado de Rafinha em 2011, Thomás subiu para o elenco profissional na mesma temporada e chegou a ser titular em um elenco com estrelas como Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves.

No entanto, a sua irregularidade, somada às suas apagadas participações nas partidas, fez com que a torcida preferisse o ver sentado no banco de reservas. Em seguida passou por Ponte Preta, Sport, Santa Cruz, Siena-ITA e Seattle Sounders FC, dos Estados Unidos. Atualmente possui 28 anos e defende o Apollon Smyrnis, da Grécia.

Douglas Baggio

Com apenas cinco jogos como profissional no Flamengo, Baggio ganhou notoriedade na base, sobretudo em 2012, ano em que marcou 72 gols. No entanto como os outros jovens que não conseguiu se firmar no profissional, foi emprestado logo em seguida.

Por fim, atuou por clubes como Luverdense e Mirassol, antes de se destacar pelo Santo André no Campeonato Paulista de 2020. O atacante era titular da equipe durante as quartas de finais do Estadual, onde o Santo André foi eliminado pelo Palmeiras em dois grandes confrontos. Atualmente possui 26 anos e defende o Novorizontino.

Rodolfo

Camisa 10 do Flamengo no início do Carioca de 2013, o meia Rodolfo era bastante querido pelos torcedores. Suas atuações ao lado de Rafinha, davam esperanças ao torcedor de um futuro melhor para o clube, no entanto com a chegada de Mano Menezes o atleta acabou perdendo espaço.

Em seguida foi emprestado para a Ponte Preta e jamais retornou ao Mais Querido. Atualmente possui 28 anos e defende o Mirassol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs