Análise: A defesa ainda é um problema

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O Flamengo tem conseguido vencer suas partidas. Mas, nas mais importantes, o time passou aperto. Contra o Palmeiras levou a decisão para os pênaltis; contra o Vélez venceu de virada, e contra o La Calera goleou, mas teve momentos de pressão. O sistema defensivo ainda precisa de muitos ajustes.

A equipe de Rogério Ceni mantém alterações feitas na temporada passada, como Diego e Gerson atuando juntos e Arão na zaga. O encaixe da marcação é um dos principais fatores que ainda coloca o melhor 11 do país em situações complicadas durante as partidas. A compactação entre as linhas de meio e defesa, principalmente, ainda é falha e, para o nível técnico do elenco, o Flamengo ainda tem pouco controle do jogo contra adversários tecnicamente inferiores.

O controle da posse e o controle do jogo não necessariamente caminham juntos. Diante do La Calera, por exemplo, a equipe rubro-negra não teve relevância em nenhum desses aspectos, perdendo posse e capacidade de retorná-la em marcação alta, que ainda é pouco praticada por Rogério.

O desempenho do Flamengo não é ruim, mas ainda tem pontos que merecem atenção para evolução na temporada. Os problemas de compactação e os ajustes na marcação contra adversários superiores técnica e taticamente, podem criar problemas durante a temporada. Um exemplo disso é o jogo contra o Palmeiras, na final da Supercopa.

No vídeo abaixo explicamos melhor estes problemas e o que pode ser feito para melhorar o sistema defensivo. Lembrando que para o confronto diante da LDU nesta terça-feira, 04, Ceni não contará com Gérson. Há algumas mudanças em vista. Pode adiantar Arão para jogar como volante ao lado de Diego, ou pode manter o camisa 5 na zaga e por João Gomes no meio. Qual a sua opção favorita?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs