Análise estatística – Flamengo na temporada 2017

O ano de 2017 foi movimentado para os rubro-negros. Seis competições, três finais disputadas, e um título. Um recorde de partidas disputadas: 83 jogos oficiais no ano. O Flamengo voltou a conquistar uma taça após dois anos de jejum – 2015 e 2016 sem títulos, em 2014 conquistamos o Campeonato Carioca -, mas acabou decepcionando em duas finais muito mais importantes. Analisamos o ano de 2017 do Rubro-Negro, confira!

Estatísticas – Flamengo em 2017

83 Jogos – 41 Vitórias – 25 Empates – 17 Derrotas – 135 Gols Marcados – 73 Gols Sofridos

59,43% de aproveitamento

Desempenho – por técnicos

- Advertisement -

Zé Ricardo – 50 Jogos / 27 Vitórias / 15 Empates / 8 Derrotas / 91 Gols Marcados e 45 Sofridos

Jayme de Almeida – 2 Jogos / 1 Vitória / 1 Derrota / 5 Gols Marcados / 2 Gols Sofridos

Reinaldo Rueda – 31 Jogos /13 Vitórias / 10 Empates / 8 Derrotas / 39 Gols Marcados e 26 Sofridos

Jogos

Zé Ricardo, Jayme de Almeida e Reinaldo Rueda foram os treinadores da equipe em 2017, utilizando no total, 40 atletas ao longo da temporada. 14 deles foram formados na base do Flamengo. Assim como em 2016, Willian Arão foi o atleta que mais entrou em campo (67 jogos). Pará e Réver, com 64 e 59 partidas, respectivamente, completam o Top 3. Vinicius Jr foi o atleta que mais entrou no decorrer das partidas: em seus 37 jogos, iniciou 32 deles no banco de reservas.

Gols Marcados e Sofridos

Dos 83 jogos disputados, o Flamengo não anotou gols em dezoito, e não sofreu em 35. Vinte e três atletas anotaram os 135 tentos da equipe na temporada: Paolo Guerrero foi o artilheiro, com 20 gols. Diego Ribas, com 18, e Everton Cardoso, com 10, completam o Top 3.

Como dito anteriormente, em 35 partidas o Mengão não teve sua meta vazada. Assim, foram 73 gols sofridos em 48 jogos. Alex Muralha sofreu 30, Diego Alves 25, Thiago Rodrigues 14 e César, que assumiu a meta do Flamengo nos últimos 4 jogos, sofreu quatro tentos. 31 deles aconteceram no 1º tempo, e os outros 42 ocorreram na etapa final. Diego Alves e César defenderam uma penalidade cada neste ano.

Detalhes – Gols Marcados

Assistências

92 gols do Rubro-Negro tiveram assistências (diretas). 23 jogadores foram responsáveis por esse número. Everton Cardoso foi o líder isolado no quesito: 13 assistências. Willian Arão, assim como 2016, destacou-se novamente, com 9 passes que resultaram em gol. Um goleiro voltou a dar assistência para gol, fato que não ocorria desde 2008, com Bruno.

Cartões

Everton Cardoso e Paolo Guerrero foram os atletas mais advertidos com cartões em 2017: cada um recebeu 13 cartões amarelos, e o primeiro ainda recebeu um vermelho. Diego Ribas recebeu 12 cartões amarelos, fechando assim o Top 3.

Nação Rubro-Negra

Público – Maracanã

Público – Ilha do Urubu

Comparação – 2016 e 2017

Embora com um número maior de jogos, a equipe praticamente manteve o aproveitamento de 2016.

Créditos imagem destacada: Gilvan de Souza/Flamengo

Adriano Skrzypa é estudante de Educação Física e apaixonado por números no futebol. Siga-o no Twitter: @FlamengoNumeros


Este texto faz parte da plataforma de opinião MRN Blogs, portanto o conteúdo acima é de responsabilidade expressa de seu autor, assim como o uso de fontes e imagens de terceiros. O Mundo Rubro Negro respeita todas as opiniões contrárias. Nossa ideia é sempre promover o fórum sadio de ideias. Email: [email protected].

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here