Compartilhar:

Adriano Skrzypa, da equipe MRN Informação

2019 foi um dos anos mais vitoriosos e emocionantes para o futebol profissional do Clube de Regatas do Flamengo. Detentor de um futebol envolvente, sufocante e brilhante, e com números expressivos na temporada, os Rubro-Negro carioca conquistou a Tríplice Coroa (Campeonato Carioca, Libertadores e Campeonato Brasileiro).

Tabus quebrados, recordes alcançados dentro e fora de campo, atingidos principalmente após a chegada do técnico português Jorge Jesus. O “Mister” chegou durante a pausa para a Copa América e revolucionou o jeito de jogar do Flamengo em 2019: campeão da Libertadores, do Brasileirão e vice-campeão do Mundial. A única eliminação foi para o Athletico-PR, na Copa do Brasil. Confira os números do Flamengo em 2019 a seguir.

Estatísticas – Flamengo em 2019

74 jogos – 49 vitórias – 16 empates – 9 derrotas – 150 gols marcados e 64 gols sofridos: 73,42% de aproveitamento

Desempenho – por técnicos

Abel Braga – 28 jogos / 18 vitórias / 6 empates / 4 derrotas / 54 gols marcados e 24 sofridos / 8 jogos sem sofrer gol / 4 jogos sem marcar gol.

Leomir Souza (auxiliar AB) – 2 jogos / 1 empate / 1 derrota / 2 gols marcados e 3 sofridos.

Marcelo Salles (interino) – 4 jogos / 3 vitórias / 1 empate / 5 gols marcados e nenhum sofrido / 4 jogos sem sofrer gol / 1 jogo sem marcar gol.

Jorge Jesus – 39 jogos / 27 vitórias / 8 empates / 4 derrotas / 86 gols marcados e 36 sofridos / 14 jogos sem sofrer gol / 5 jogos sem marcar gol.

João de Deus (auxiliar JJ) – 1 jogo / 1 vitória / 3 gols marcados e 1 sofrido.

Jogos

Abel Braga (Leomir Souza), Marcelo Salles e Jorge Jesus (João de Deus) foram os treinadores da equipe em 2019, utilizando no total, 42 atletas ao longo da temporada. Assim como 2016 e 2017, o meio-campista Willian Arão foi o atleta que mais entrou em campo pelo Flamengo (64 jogos). Bruno Henrique, Diego Alves, Everton Ribeiro e Rodrigo Caio completam o Top 5. Vitinho foi o atleta que mais entrou no decorrer das partidas: em seus 52 jogos, iniciou 32 deles no banco de reservas.

Gols marcados e sofridos

Artilharia Flamengo 2019. Créditos: Adriano Skrzypa

Cento e cinquenta gols. O poderio ofensivo Rubro-Negro foi absurdo em 2019. Dos 67 jogos disputados, o Flamengo não anotou gols em dez, e não sofreu em 26. Dezessete atletas (além de 3 gols contra) anotaram os 150 tentos da equipe na temporada. Destaque para o trio Gabigol (43), Bruno Henrique (35) e De Arrascaeta (18).

Foram 64 gols sofridos em 48 jogos. Diego Alves sofreu 53, César sofreu 10 e Gabriel Batista sofreu seu primeiro gol pelos profissionais, contra o Goiás. Vinte e seis deles aconteceram no 1º tempo, outros 37 ocorreram na etapa final e um deles em uma prorrogação (contra o Liverpool). Diego Alves defendeu três penalidades máximas (contra LDU e Vasco 2x).

Detalhes – gols marcados

Gabigol fez 28 gols no 2º T – dois deles contra o River. Créditos: Adriano Skrzypa

Assistências

Quatro atletas ultrapassaram os dois dígitos (+10) em assistências na temporada: De Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol foram os líderes no quesito. Bruno Henrique foi o único jogador do Flamengo a distribuir assistências em todas as competições disputadas.

Cartões

Gabriel Barbosa foi o atleta do Flamengo mais advertido com cartões em 2019: recebeu 21 cartões amarelos e 3 vermelhos. Bruno Henrique (18 CA e 2 CV) e Diego Ribas (13 CA) completam o Top 3.

Nação Rubro-Negra

Flamengo foi o detentor dos maiores públicos do Carioca, Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. Créditos: Adriano Skrzypa

Mais detalhes: JOGOS DO FLAMENGO ATINGEM 2 MILHÕES DE EXPECTADORES EM 2019

Não deixe de ler também

Compartilhar: