Análise: Flamengo vence em poucos minutos. É um padrão deste time?

O primeiro tempo rubro-negro foi de almanaque! O time carioca soube aproveitar muito bem as dificuldades do adversário e construiu o placar antes do intervalo. O Juventude veio com a proposta de se defender e jogar em transição. Assim a equipe aproveitava os espaços entre os jogadores do Fla para realizar ligações diretas, porém sem efetividade.

O tripé de meio campo do flamengo tinha muito espaço e fazia a bola variar entre os corredores com facilidade, colocando Michael e principalmente o Kenedy com vantagem no 1×1 contra seus marcadores e foi assim saiu o primeiro gol.

Veja a análise feita pelo Tática Didática

Alguns minutos depois a superioridade se fez valer, com a leitura de jogo do lado esquerdo rubro-negro.Leo Pereira constrói o jogo, Filipe Luis percebe os espaços que precisa atacar e Michael antecipa o marcador. Basta um cruzamento para Pedro só empurrar a bola para o gol.

Nessa altura o torcedor rubro negro não fazia ideia do que estava por vir. Uma falta, 30 metros, Andreas Pereira e um tabu. Uma cobrança perfeita e o Flamengo resolvia o jogo.

No retorno do segundo tempo, o Juventude que manteve a sua estrutura no 4-4-2 se aproveitou da baixa intensidade da equipe do Flamengo e criou alguns contra-ataques. Até que em uma bola parada, conseguiu diminuir o placar.

Nesse momento a equipe do flamengo despertou, Renato promoveu algumas mudanças como a entrada do Lázaro modificando o tripé do meio de campo. Rodinei e Matheusinho formando uma dupla de laterais, no lado direito. Variações táticas que além de
servirem de ritmo para esses jogadores, podem ajudar o time mais à frente.

- Advertisement -
- Advertisement -
- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here