Análise: LDU tem problemas defensivos. Veja quais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Flamengo e LDU se enfrentam na noite desta terça-feira, 04, pela 3ª rodada da Copa Libertadores da América. A equipe equatoriana é uma velha conhecida da torcida brasileira, pois sempre enfrentam times daqui.

A equipe que vem a campo contra o Flamengo tem boas opções ofensivas, como mostramos neste texto (clique aqui). Mas, na parte defensiva, há algumas falhas que conseguimos identificar em análises de partidas anteriores.

Basicamente, a LDU marca com duas linhas de quatro, num 4-4-2. Mas há problemas de recomposição. Ou seja, quando o time ataca, não consegue voltar com a mesma velocidade. Isso gera espaço entre as linhas marcadoras.

Na partida contra o Vélez, a LDU deixou espaço entre as linhas de marcação. Olhe a quantidade de jogadores do time argentino neste espaço (Reprodução: Tática Didática)

Como os equatorianos marcam com duas linhas de quatro, não tem um jogador específico que marca no entrelinha. Ou seja, o espaço entre as duas linhas de marcação fica aberto. Nesta porção do campo, o Flamengo é fatal, principalmente com Arrascaeta e Vitinho – que jogou desta forma contra o Volta Redonda.

Reparem no jogar do La Calera circulado em vermelho. Ele está sozinho entre as linhas de marcação da LDU (Reprodução: Tática Didática)

A LDU apresenta problemas em conseguir ter superioridade numérica da defesa sobre os atacantes rivais. Num time como o Flamengo, que ataca com muitos jogadores, pode ser uma oportunidade de gerar muitos espaços de finalização e criação de jogadas.

No vídeo abaixo, explicamos mais sobre a maneira como a LDU joga. Assista e deixe seu comentário: Flamengo leva essa fácil?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs