Após reuniões e pressão, Doménec terá situação reavaliada no Rio de Janeiro

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com. Siga no Twitter: @EuBrguedes

4 COMENTÁRIOS

  1. […] Como o MRN trouxe com exclusividade após a partida, diversas correntes de dentro do clube pediam a cabeça do treinador após a goleada por 4 a 0 para o Atlético-MG. Ainda no estádio do Mineirão, a saída do catalão era cogitada. Porém, a avaliação era de que não se podia tomar qualquer decisão de cabeça quente. Mas havia poucas chances do Domènec prosseguir. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Diferentes setores do clube endossam o coro pela saída do técnico do Flamengo, Domènec Torrent

MRN Informação | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

O técnico Domènec Torrent segue ameaçado no cargo de treinador do Flamengo. Após a goleada para o Atlético-MG por 4 a 0 pelo Campeonato Brasileiro, no Mineirão, neste domingo (8), dirigentes pressionam pela sua demissão. Segundo o Mundo Rubro Negro apurou, o vice-presidente de futebol Marcos Braz teve uma reunião em particular com o catalão em sala reservada, ainda no estádio. Entretanto, diversos setores do clube endossam o coro pela sua saída.

LEIA MAIS: ‘Lamentável’: Marcos Braz se revolta com CBF e explica liberação de Pedro da Seleção

De novo pressionado após a segunda goleada seguida no Brasileirão, o técnico Doménec demorou cerca de 50 minutos para aparecer na coletiva de imprensa. De acordo com pessoas que o MRN ouviu, o catalão estava em conversa com Braz. O conteúdo não foi revelado ainda, mas apenas Marcos segura o espanhol no cargo. A pressão por sua demissão aumentou de forma quase insustentável, segundo afirmaram. Sua situação será reavaliada na volta da delegação, ainda esta noite, para o Rio de Janeiro.

Sem nenhuma manifestação até o momento, o Flamengo mantém o técnico no cargo até esta segunda-feira (9). A avaliação é de que não se pode tomar qualquer decisão de cabeça quente. Além disso, a leitura é de que a equipe está em um momento delicado na temporada, de muitos duelos de mata-mata. Mas há poucas chances do Domènec prosseguir após a goleada.

Apático na coletiva, o catalão não rebateu as perguntas dos jornalistas como fizera há uma semana, na também goleada para o São Paulo. Respondendo ao repórter Gustavo Henrique sobre se ele ainda estava confortável no cargo, Dome respondeu que nada mudaria no trabalho e que não poderia controlar nada do que acontecesse fora do vestiário.

Domènec nunca foi unanimidade no clube e, mais uma vez, sofre críticas internas pelo seu desempenho. Entretanto, diferentemente da vez anterior, na goleada por 5 a 0 para o Independiente del Valle, agora a pressão não vem mais apenas do vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o Bap. 

Dome foi contratado pelo vice de futebol, Marcos Braz, após recusas de Carlos Carvalhal e Leonardo Jardim ainda na Europa. BAP defendia a contratação do espanhol Miguél Angel Ramírez, atualmente no del Valle.

Além da derrota, o Flamengo caiu para a terceira posição e passou a ter a segunda pior defesa do campeonato, com 29 gols sofridos. De quebra, perdeu também o título de melhor ataque justamente para o Atlético-MG.

Procurados pela reportagem, não conseguimos contato até o momento com Marcos Braz e BAP.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp


*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal / Flamengo

Notícias do Flamengo

Blogs