Compartilhar:

Do campeão brasileiro da Série A para um time que sequer disputa a Primeira Divisão do Campeonato Paulista. Essa foi a incomum mudança na carreira de Paulo Pelaipe, que ocupou no ano passado o cargo de gerente de futebol do Flamengo, mas não teve seu contrato renovado este ano. Pelaipe foi anunciado nesta sexta-feira como novo diretor-executivo de futebol do São Caetano, que disputa a Série A2 do Campeonato Paulista e jogará neste ano a Série D.

Segundo o jornalista Jorge Nicola, da ESPN, a contratação de Pelaipe faz parte de um projeto do São Caetano para voltar à elite nacional, sob a batuta do mecenas Saul Klein, das Casas Bahia, sob cujo domínio o São Caetano viveu sua melhor fase — foi vice-campeão brasileiro por duas vezes consecutivas em 2000 e 2001 e vice-campeão da Libertadores em 2002, além de conquistar o Campeonato Paulista de 2004.

A saída de Pelaipe do Flamengo gerou um princípio de crise interna por um suposto racha entre os vice-presidentes de Futebol, Marcos Braz, e de Relações Externas, Luiz Eduardo Baptista, mas acabou não tendo consequências mais graves. Ontem, ao falar pela primeira vez sobre o episódio, o presidente Rodolfo Landim garantiu que a decisão da não renovação partiu dele, mas não quis comentar se ela teve relação com a discussão sobre premiações do Brasileiro e da Libertadores em meio à disputa do Mundial de Clubes.

Compartilhar: