Compartilhar:

Twitter: @Yago_Martins23

Em enquete feita pelo MRN, torcida do Flamengo votou em massa que o lateral não era mais ídolo do clube

Durante o treino da última quarta-feira (15), o lateral-direito Léo Moura esteve no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, para visitar amigos e antigos funcionários do Flamengo. O atleta está livre no mercado após ser desligado do Grêmio, e treina sem compromisso no Boavista visando manter a boa forma.

Após a aparição de Léo Moura nas dependências do rubro-negro, muitos torcedores utilizaram as redes sociais para criticar a atitude do jogador, que deu algumas declarações polêmicas quando atuava pelo Grêmio.

Leia: Confira os números recentes de Arda Turan, oferecido ao Flamengo

Com isso, o Mundo Rubro Negro promoveu uma enquete em seu Twitter em que perguntava se na opinião de cada torcedor, Léo Moura era considerado ídolo, ou não. O resultado foi esmagador. 76% votou na opção “Não”, e apenas 24% ainda considera o atleta de 41 anos, uma figura importante dentro da história do clube. A enquete teve quase 4 mil votos.

No dia 4 de março de 2015, Léo Moura se despediu do Flamengo com uma linda festa no Maracanã. Mais de 30 mil pessoas estiveram no estádio, acompanhando o amistoso contra o Nacional-URU.

Antes do início da partida, Léo desabou em lágrimas quando Zico entrou em campo para entregar-lhe uma placa comemorativa. Sempre foi o ídolo de infância do lateral.

No gramado, o Fla venceu a equipe uruguaia por 2 a 0, com gols de Eduardo da Silva e Matheus Sávio. No primeiro, Léo Moura deu a assistência.

Na saída para o intervalo, o Maracanã homenageou o antigo capitão com o grito de “Léo Moura eterno” e ao término do jogo, o jogador deu uma volta olímpica no campo. Na época, Leonardo Moura estava indo atuar nos Estados Unidos, após defender o Flamengo por 10 temporadas seguidas (chegou em 2005 e saiu em 2015). Durante todo este tempo, conquistou duas Copas do Brasil, um Brasileirão e cinco Cariocas.

Compartilhar: