Segundo o treinador, a forma como tratam os técnicos no Brasil atrapalha os próprios times e como lidam com o futebol

MRN Informação | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

Após a vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Barcelona-EQU, pela quarta rodada do Grupo A da Libertadores, em Guayaquil, o técnico Domènec desabafou em sua coletiva. Criticado desde a goleada sofrida pelo Independiente del Valle, há cinco dias, o catalão reclamou da falta de tempo para treinar e a cobrança precoce sobre os treinadores no Brasil. Para ele, se isso não mudar, o futebol brasileiro terá problemas.

VEJA TAMBÉM: Flamengo terá transmissões na Libertadores espalhadas; veja onde assistir todos os jogos

Bastante contrariado com as perguntas, Dome não poupou palavras para os críticos. Quando perguntado sobre a continuidade do trabalho por um jornalista, o treinador interrompeu o entrevistador: “Que continuidade? Eu não controlo. Só estou focado em trabalhar muito duro. Que continuidade? Aqui quando um técnico perde um jogo está fora. Na Europa é diferente, talvez por isso na Europa o futebol hoje seja diferente”, disparou, mostrando irritação pela primeira vez desde que chegou ao país.

Lembrando do alemão Jürgen Klopp, Domènec citou que na Europa a paciência é a principal diferença entre o sucesso e o fracasso que ocorre no Brasil. Segundo o catalão, o que acontece no futebol nacional está errado: “O que aconteceu com Klopp no Liverpool? Eu preciso que entendam isso. Um time precisa trabalhar, precisa de tempo. Se vocês não entenderem isso, eu não posso explicar, nós precisamos tempo. Não o Dome, qualquer técnico brasileiro também”.

MAIS NOTÍCIAS: Sem Bruno Henrique ou Gérson: rachado, Benfica terá que vender atletas para fechar as contas, afirma jornal

Para o técnico do Flamengo, não há trabalho vitorioso com uma sequência tão pouca de jogos e sem tempo para treinar: “Quando eu falo que precisamos treinar, hoje me falaram que só treinamos juntos todo o elenco 10 dias. Amanhã quando chegar ao Rio, alguns vão fazer a recuperação e outro treinar. “, lembrou Torrent, que teve apenas uma semana completa livre para práticas no Ninho do Urubu.

Citando Tite, o comandante da Seleção Brasileira, Dome ainda criticou a forma como os técnicos locais são tratados: “Se não querem mudar o que acontecem com os técnicos do Brasil vão ter um problema. Depois de quatro jogos, se não ganhar três está fora. Eu tenho uma idade, tenho experiência, o mais importante é estar focado, jogar melhor e melhor.”, encerrou.

O Flamengo é vice líder do Grupo A da Libertadores com nove pontos.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal / Flamengo

gols do flamengo hoje placar do flamengo gols do flamengo