32.3 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Arrascaeta desabafa no Uruguai e explica má fase do Flamengo

1 COMENTÁRIO

  1. O FLAMENGO de 2019 era uma ]Equipe de Futebol que empolgava sua Torcida ( A Nação) para a Vitória, e os Jogadores se dedicavam nas partidas com o objetivo do Gol ate´o último minuto.
    O Flamengo de 2020 está jogando como se estivessem treinando, com o objetivo de dar Show, com individualidades tentando resolver o jogo com troca de passes até dentro da área, sem o chute ao Gol. E o GOL é o Ponto Alto do Futebol.
    No Futebol tem uma máxima que diz ” Time que não faz, leva o gol”. Não tem como ganhar com essa maneira de jogar!
    e

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Meia do Flamengo foi entrevistado por uma rádio uruguaia

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @YagoM23

Nas últimas horas, o meia-campista Giorgian De Arrascaeta, conversou com a imprensa de seu país, para explicar o momento conturbado vivido dentro do Flamengo. O camisa 14 ressaltou que a equipe iniciou bem a temporada, porém não conseguiu manter o mesmo ritmo no pós-quarentena. O atleta ainda revelou que o clima não é um dos melhores no Ninho do Urubu.

Leia também: Flamengo é um dos clubes brasileiros com mais finais sul-americanas; veja o ranking

Começamos bem o ano, mas fomos caindo. Ficamos de fora da Libertadores, Copa do Brasil e perdermos várias partidas do Brasileirão. O clima não tem sido dos melhores”, disse em entrevista à Rádio Sport 890.

Ao ser perguntado sobre o protesto na porta do CT, da última terça, o atleta normalizou a situação.

”Aqui no Brasil é normal. Quando as equipes estão perdendo campeonatos ou sem resultados, os torcedores protestam. Os jogadores precisam saber lidar com isso. Temos que ganhar para tranquilizar tudo”.

Os ânimos começaram a ficar exaltados entre os torcedores, após a derrota por 2 a 0 para o Ceará no Maracanã. Relembre como foi a partida.

Com muito calor no Rio de Janeiro, a partida começou com as equipes se estudando no Maracanã. No entanto, confortável no jogo, o Ceará abriu o placar com Vina logo aos 13 minutos: 1 a 0. Os visitantes permaneceram melhor, e aos 22, Cleber quase ampliou de cabeça. A melhor chance do Flamengo na primeira etapa foi aos 26: Arrascaeta ganhou na velocidade e chutou em cima de Richard. O Rubro-Negro continuou com muita dificuldade de criação, e nada mais criou de oportunidade.

Na etapa complementar, Rogério Ceni colocou Diego Ribas no lugar de Gustavo Henrique, e improvisou o Willian Arão na zaga. A equipe continuou com muita posse, porém sem pouca efetividade. Aos sete, Arrascaeta finalizou de voleio para a defesa do goleiro cearense. No minuto 13, outra chance. Isla recebeu na direita e chutou forte em cima da zaga. Aos 21, Pedro desperdiçou uma grande chance dentro da área, após passe de Arrascaeta. Dois minutos depois, o artilheiro do clube na temporada cabeceou para outra grande defesa de Richard.

Aos 24, Ceni sacou Everton Ribeiro e colocou Gabigol. E a movimentação dentro da área da equipe subiu de produção. Vitinho foi outra chamada de Rogério para buscar o empate. O camisa 11 entrou no lugar de Isla. No minuto 34, Arrascaeta cruzou e o zagueiro Tiago cortou a bola com o braço: o árbitro e o VAR nada marcou. Na reta final, Rogério no desespero, tirou Pedro e Filipe Luís para as entradas de Rodrigo Muniz e Renê, porém nada adiantou. Kelvin no contra-ataque ampliou o resultado: 2 a 0 Ceará.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs