Atuações: Muralha faz jus ao apelido e Arão marca novamente

Raony Furtado
Formado em Licenciatura Plena em Educação Física, Especialista em Educação Física Escolar, Professor Especialista de Educação Física pela Rede Estadual de Ensino Médio do Estado do Ceará. Técnico de Futebol Amador, atualmente dirigindo o Marechal Futebol Clube de Mauriti, Ceará.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

novaquebraatuações

Em jogo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo foi a Recife enfrentar o Santa Cruz e saiu de lá com uma vitória conquistada com muita dedicação defensiva e um belo gol de Willian Arão. O time também contou com um dia mais que iluminado de Muralha que fechou o gol e fez pelo menos duas defesas sensacionais em finalização de Grafite, principal atacante do adversário. Veja a seguir as notas da atuações dos jogadores.

Muralha – Grande partida do goleiro. Fez verdadeiros milagres e garantiu a vitória do Mengão com defesas que justificaram o apelido dado ao camisa 38. NOTA 9

Rodinei – Mesmo com bastante espaço para jogar, o lateral direito não conseguiu efetividade em suas jogadas. Defensivamente sofreu muito com as subidas do adversário e não foi tão eficiente quanto deveria. NOTA 5,5

Réver – Mais uma partida regular do camisa 15. Com a responsabilidade de marcar um dos artilheiros do campeonato, ele não foi muito feliz nessa “missão” e contou com um iluminado Muralha que evitou que o atacante adversário fizesse gols. Parece ainda fora de ritmo, mas de qualquer forma, passa segurança e confiança no setor. NOTA 6

Rafael Vaz – Segue jogando com tranquilidade e confiança na esquerda da zaga do Flamengo. Ao lado de Jorge, conseguiu ser firme o jogo inteiro e fechou bem aquele setor da defesa. Ainda tentou aumentar o placar em cobrança de falta, mas bateu muito forte colocando a bola por cima do gol. NOTA 6,5

Jorge – Parece estar recuperando sua confiança e voltando a jogar bem. O jovem lateral buscou as jogadas pela esquerda e esteve firme na defesa sempre que o Santa Cruz buscava as jogadas por ali. Ainda precisa subir muito para chegar ao que jogou em 2015, mas está evoluindo após um período bem ruim tecnicamente. NOTA 6,5

Arão – Vem se mostrando um grande capitão, além de estar jogando muito. O volante está cada dia mais solto e confiante para defender e também atacar. Além de marcar um belo gol em chute de longe, Willian tem sido peça fundamental na proteção aos zagueiros e na saída de bola. NOTA 7,5

https://www.youtube.com/watch?v=JqMlxJHti8s

Márcio Araújo – Numa partida dele normal, a gente não pode deixar de ressaltar sua dedicação na defesa, mas nesse jogo nem isso conseguiu fazer. Incansável, o volante não conseguiu ser tão efetivo quanto é normalmente em desarmes e proteção à defesa. NOTA 5

Alan Patrick – Partida bem abaixo do que já jogou. Distribui bem o jogo, mas segue sem buscar a bola vertical, em profundidade. Na defesa, ocupa bem os espaços, mas não disputa as jogadas da mesma forma que seus marcadores fazem com ele. Apagado e visivelmente cansado deu lugar a Mancuello. Precisa dinamizar mais o meio campo pra que as jogadas tenham sequência e não prender tanto a bola. NOTA 5

Cirino – Teve marcação limitada, mas não se aproveitou disso. Quando chegava na linha de fundo, cruzava mal. De frente pro gol, finalizava errado, enfim, está desperdiçando a maioria de suas chances no time. NOTA 5,5

Éverton – Partida razoável do camisa 22. Buscou jogadas pelo lado esquerdo e foi muito bem na defesa ao lado de Jorge, também pela esquerda. Cansado, deu lugar a Fernandinho. NOTA 6

Vizeu – Buscou jogar mais fora da área abrindo espaço na área, além das poucas bolas que recebe em profundidade. Mesmo assim, conseguiu uma chegada à linha de fundo, mas cruzou mal. NOTA 5,5

Mancuello – Entrou para ajudar na defesa e ligar o contra ataque com qualidade, mas pouco produziu. Ainda sim ajudou bastante o time na proteção do gol. NOTA 6

Cuellar – Substitui Vizeu e jogou razoavelmente bem. Cometeu uma falha grosseira que quase resultou no empate do Santa Cruz. Porém tem saída de bola visivelmente mais dinâmica do que o outro primeiro volante do time. NOTA 5,5

Fernandinho – Entrou no lugar de Everton e pouco fez. SEM NOTA

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs