Balanço da Copinha 2018: confira a avaliação individual dos jogadores no tetra do Flamengo

Bruno Vasconcellos
Amante do bom futebol e apaixonado pelo Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Campeão invicto! O Flamengo conquistou a Copa São Paulo de Futebol 2018, ao vencer o São Paulo, no Pacaembu. Tradicionalmente, após a participação dos Garotos do Ninho nos torneios mais importantes do país, o Mundo Rubro Negro faz a avaliação individual dos jogadores, apontando os destaques (positivos e negativos) do time nas competições analisadas. Confira.

 

Goleiros 

Hugo Souza (18 anos) –  Tido como o melhor goleiro revelado pelo clube nos últimos anos, Neneca chegou na Copinha como candidato a craque do time rubro-negro.  No entanto, o atleta não teve muito tempo para mostrar seu vasto repertório. Hugo foi um dos jogadores chamados pelo técnico Paulo César Carpegiani para formar o time alternativo no Campeonato Carioca. Com isso, acabou substituído por Yago Darub. No período em que esteve em campo (3 jogos), o que mais chamou atenção foi a reposição de bola e saída em bolas aéreas.

Yago Darub (18 anos) — Substituto de Hugo Souza, foi o nome do Flamengo no jogo do título. Teve uma excelente atuação com direito a três ótimas defesas na parte final da partida, assim como havia feito contra Coritiba e Portuguesa. Durante a competição mostrou certa indecisão para sair da meta, mas não comprometeu em nenhum jogo. Bom goleiro, mas ainda está abaixo de Hugo.

Goleiros festejaram a conquista com o preparador Nielsen Elias

Vitor Hugo (17 anos) — Participou apenas de 12 minutos na goleada sobre o Elosport, na Segunda Fase. Com o placar já estava definido (4 x 0), o técnico Maurício Souza aproveitou para rodar o elenco. Tem um potencial incrível, mas não foi nesta Copinha que conseguiu mostrar. Surge como um bom nome para o futuro.

Pedro Caracoci (18 anos) — Único atleta dos 25 inscritos na competição que não entrou em campo.

Zagueiros

Bernardo (19 anos) – Nome da zaga na última temporada, iniciou a Copinha entre os suplentes. Porém, com a convocação de Patrick para o time profissional, o defensor passou a formar dupla com Matheus Dantas. Bernardo também foi improvisado na lateral-direita, onde não teve bom desempenho. O jogador apareceu bem no ataque aproveitando jogadas aéreas. O ponto negativo nesta Copa SP foi a falta de velocidade.

Bernardo

Patrick Souza (17 anos) – Autor do primeiro tento rubro-negro na competição. Preciso na antecipação, levou vantagem sobre os atacantes na maioria dos lances. Até mesmo quando teve que buscar o contato, soube se portar, não gerando riscos para a equipe. O excesso de confiança para sair jogando o atrapalhou em alguns momentos e por pouco não causou complicações. Patrick mostra que tem capacidade para sair com a bola nos pés. Só precisa entender que fazer o simples em algumas situações é a melhor alternativa.

Patrick Souza

Aderlan (18 anos) – Entrou sempre nos finais dos jogos, com o objetivo de reforçar a marcação em algum setor, geralmente o direito. Não mostrou grandes virtudes e também não comprometeu.

Matheus Dantas (19 anos) – Grande surpresa do Flamengo na Copinha, foi o único que atuou em todos os jogos como titular. Além da segurança que passava para equipe na defesa, contribuiu com dois lançamentos que resultaram em gols. Dantas também mostrou-se um bom batedor de faltas, convertendo uma cobrança e levando perigo nas demais que tentou. Outra característica importante do jogador é a liderança que exerceu sobre seus companheiros, sempre incentivando, mas também cobrando quando preciso.

Matheus Dantas

Laterais

Michael (18 anos) – Fez exibições primorosas antes de também se juntar ao elenco profissional, no Rio Janeiro, onde acabou lesionado. Principal arma do Flamengo pelo lado esquerdo, aparecendo sempre com muita liberdade para cruzar na área. Lateral de velocidade e boa técnica, mas que sofre com muitas lesões.

Michael Rangel

Pablo (lateral-esquerdo, 17 anos) – Passou por bons e maus momentos na competição. Teve grande atuação contra a Portuguesa, na semifinal. No entanto, foi o ‘mapa da mina’ para o São Paulo, na decisão. Não chega ao ataque com tanta frequência, ficando um pouco mais preso à marcação, mas quando sobe é sempre muito perigoso.

Pablo

Ramon (lateral-esquerdo, 16 anos) – Caçula do time, com apenas 16 anos, jogou como gente grande. Herdou a vaga de Michael, titular da posição, e mostrou muita personalidade. Também tem como ponto forte a velocidade e precisão nos cruzamentos, além da aplicação na marcação.

Ramon

Wesley (lateral-direito, 17 anos) – Começou a Copa São Paulo sendo bastante acionado pelo lado direito, fazendo boas tabelas com Lucas Silva e Bill. Antes de se machucar, no jogo contra o Avaí, já havia caído de rendimento, mostrando dificuldades na recomposição defensiva.

Wesley

Volantes

Hugo Moura (20 anos) – O grande nome do meio-campo rubro-negro. Jogador de muita qualidade no passe, coloca o time sempre para frente. Responsável por abrir o jogo no meio e acionar os meias de criação da equipe. Hugo aprimorou bastante seus chute de fora da área, embora não tenha marcado nenhum gol desta forma. O capitão rubro-negro só peca na falta de velocidade para marcar. Sua liderança é incontestável.

Hugo Moura

Matheus Alves (17 anos) – Participou de seis jogos, sendo titular somente em um deles. Em todas as vezes em que entrou em campo não deixou o ritmo do time cair, sendo até mais incisivo que os titulares da posição.

Matheus Alves (Foto: Reprodução/Twitter)

Theo (19 anos) – Teve presença notada em campo mais pelo erros, que foram muitos, do que pelos acertos. Apareceu bem na frente quando foi preciso e chutou bastante de fora da área, levando até perigo em alguns lances. Mas foi pouco participativo durante o torneio.

Theo

Vinícius Souza (18 anos) –  Sofreu com lesões durante a Copinha  e participou de apenas três jogos, onde não conseguiu mostrar muita coisa. É promissor.

Meias

Patrick Valverde (19 anos) –  Foi o 12º jogador do time, entrando em campo sempre no decorrer do segundo tempo em substituição a um dos meias centrais. Nessa condição marcou um gol e deu uma assistência. Único jogador na faixa dos 19/20 anos que não foi titular em nenhum dos jogos. Não acendeu no Sub-20 como se imaginava.

Patrick Valverde

 Pepê (20  anos) – Nesta Copinha conseguiu entregar aquilo que sempre o cobravam: envolvimento nos jogos. Executou bem sua função no meio, distribuindo bolas e cadenciando o jogo. A boa atuação lhe rendeu convocação ao time profissional, onde anotou um golaço em sua estreia.

Pepê

Luiz Henrique (19 anos) – Líder em assistências do time (3) e vice-artilheiro ao lado de Lucas Silva (3). Foi outro que participou dos nove jogos do time e teve boa atuação em boa parte deles. Jogador com boa visão de jogo e muita movimentação pelos lados.

Yuri César (17 anos) – Atuou mais como ponta aberto pelo lado esquerdo. Alternou jogadas sensacionais, como um golaço contra o Elosport, com outros lances não tão interessantes. É uma boa promessa, mas ainda em evolução.

Yuri César e Luiz Henrique 

Atacantes

Bill (18 anos) – Não tão badalado quanto os outros, mas de extrema importância para o time. Foi, sem dúvidas, o atacante rubro-negro que mais incomodou os adversários. Habilidoso e veloz, o atacante levou vantagem sobre seus marcadores no lado direito, onde mais jogou, e ponta esquerda. Marcou um golaço na classificação diante do Audax, nas oitavas de final. Apresentou uma incrível evolução nas finalizações.

Bill

Lucas Silva (19 anos) – Apesar dos problemas para finalizar (perdeu muitos gols), balançou a rede três vezes em quatro jogos. Jogador de velocidade e muita disposição, que aprontou muita correria pelos lados. Também foi chamado para atuar no profissional e marcou um belo gol em sua estreia.

Lucas Silva

Samuel (18 anos) – Entrou em dois jogos durante o segundo tempo e não teve tempo para mostrar muita coisa.

Wendel (atacante, 17 anos) –  Autor do gol do título, jogou fora de sua posição em boa parte dos jogos e, apesar do esforço, ficou bastante prejudicado. Em entrevista após o título declarou que prefere atuar pelas pontas (onde se destacou pela equipe juvenil), mas que jogaria onde o técnico o escalasse.

Wendel

Vitor Gabriel (18 anos) – Artilheiro do time (4 gols) e eleito craque da competição. Iniciou a Copinha no banco de reservas, mas não demorou muito para mostrar seu talento. Com a saída de alguns jogadores para o time principal, teve a oportunidade de iniciar os jogos. Marcou o gol mais bonito do torneio e teve atuação de destaque da semifinal. Jogador que parte pra cima, não tendo medo de enfrentar os marcadores. Sai da área, dá opção de passe, chama falta, finaliza com firmeza. Todas essas caraterísticas chamaram atenção da torcida, que até o compararam com Adriano, o Imperador.

Vitor Gabriel: craque da Copinha 2018

Crédito das fotos: Staff Images/ Flamengo 


:: LEIA TAMBÉM ::

É TETRA! Flamengo vence São Paulo e conquista Copinha 2018

Força do elenco: Flamengo utiliza 24 dos 25 inscritos na Copinha

Conexão RJ x SP: veja como o Sub-20 se dividiu entre Copinha e Carioca

TOP FIVE: os gols mais bonitos da campanha rubro-negra na Copinha 2018

Campeão invicto: números do Flamengo na Copinha 2018

Seja APOIADOR do Mundo Rubro Negro. Sua contribuição é toda destinada à equipe MRN Informação de jornalismo. ?

::NOVA CAMPANHA::

OBJETIVO: R$ 3.000 PARA O ALUGUEL DA NOSSA REDAÇÃO*
ATUAL: R$ 711

? R$ 5/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site.
? R$ 10/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores.
? R$ 20/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores;
– Publicar textos no blog Cultura Rubro-Negra.
? R$ 50/mês
– Nome no quadro de agradecimentos fixado na página principal do site;
– Participação no grupo exclusivo de Whatsapp do MRN, que conta com a presença de outros apoiadores, nossos blogueiros e colaboradores;
– Publicar textos em um blog exclusivo, concebido pelo próprio apoiador;
– Participar de reuniões pautas online e offline com a equipe MRN Informação.
? R$ 200/mês*
– O apoiador pode anunciar sua empresa, produto ou serviço. Antes de aderir a esta modalidade de apoio, entre em contato com o nosso marketing. *À combinar

Acesse apoia.se/mrn ou entre contato diretamente pelo nosso email ([email protected]) ou Whatsapp: 21 99419-6540.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs