BAP revela ‘desconforto’ com a CBF e explica situação de Gabigol

MRN Informação | Bruno Guedes – A ausência de Gabigol em Curitiba parece ter aberto ainda mais as feridas entre Flamengo e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em entrevista ao jornalista Venê Casagrande, Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente de Relações Internas do clube, explicou que há um “desconforto” com a entidade. De acordo com ele, a Confederação “não informa as coisas exatamente como elas são”. A afirmação aconteceu nesta quinta-feira (10), através de uma live.

LEIA MAIS: Ex-Fluminense xinga Gabigol nas redes sociais

A revelação ocorreu horas após Gabigol não se apresentar ao Flamengo, em Curitiba, onde o time está concentrado para encarar o Coritiba, pela Copa do Brasil. O artilheiro esteve com o Brasil nas Eliminatórias para a Copa de 2022. Segundo a CBF, o camisa 9 reclamou de dores na coxa direita e foi avaliado pela comissão técnica da Seleção. O exame descartou lesão, indicando apenas um edema.

Entretanto, BAP se mostrou desconfortável com a situação. O VP rubro-negro relembrou casos de jogadores que foram cedido à Seleção Brasileira e voltaram lesionados. Para ele, a entidade não vem sendo clara nos esclarecimentos:

“O que incomoda o Flamengo, de fato, é que nós temos uma sensação de que a CBF não nos informa as coisas exatamente como elas são. Existe um histórico dos atletas, preocupação do clube, quando atletas são convocados. Com Rodrigo Caio, entendíamos que ele estava voltando de um processo de recuperação, tínhamos um planejamento. Existe sim um desconforto. Mas, no meu caso, não tenho conhecimento no detalhe (do caso de Gabigol)”, disse o dirigente.

Além de Gabigol, Rodrigo Caio também teve problemas físicos e acabou não relacionado para enfrentar o Paraguai. Em 2020, o zagueiro se lesionou enquanto estava à serviço da Seleção Brasileira e acabou atrapalhando seu desempenho no resto da temporada.

Médico do Flamengo não recebeu exames sobre Gabigol, afirma BAP

De acordo com BAP, o chefe do departamento médico rubro-negro, Márcio Tannure, não recebeu os exames de Gabigol feitos pela CBF. O dirigente afirmou ainda que o único aviso “oficial” que o Flamengo teve foi do agente do jogador:

“O que ouvi, de ontem para hoje, é de que o Tannuere não teria acesso a esses exames que teriam sido feitos na seleção a tempo de corroborar o laudo. Quando se fala de visões diferentes, não sei se é correto afirmar isso”, revelou o vice-presidente.

CONFIRA: Adeus, Coringa: Gerson não é mais jogador do Flamengo; relembre a trajetória

Contudo, Luiz Eduardo Baptista se mostrou bastante incomodado com a atitude dos agentes do atleta. BAP declarou ainda que o caso foi entregue ao departamento de futebol – Marcos Braz e Bruno Spindel – e o departamento médico do Flamengo:

“Tannure, em grupo interno, nos disse que, ao contrário do que foi dito pelo agente do Gabigol, não o avisaram. Com todo respeito, agente não é médico. Mas eu, como membro do Conselho de Futebol, não discutimos coisas do dia a dia, como é essa claramente. Quem pode esclarecer isso de maneira adequada são os membros do departamento de futebol e médico”, disparou.

O Flamengo encara o Coritiba, pela terceira fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira. O jogo será às 19h, no Couto Pereira.

Acompanhe o jornalista Bruno Guedes no Twitter

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro: Clique aqui e seja nosso apoiador!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs