Barbieiri comanda treino enquanto Fla decide futuro comandante

De volta aos treinos após folga no domingo de Páscoa, o elenco rubro-negro segue fazendo trabalhos sob o comando do interino Mauricio Barbieri

 

O dia seguiu como os últimos: muita especulação sobre a contratação de um novo treinador. Sem time desde que deixou o Palmeiras ano passado, Cuca acertou no início de março contrato com a Globo para comentar até 7 eventos na Copa do Mundo da Rússia, entre jogos e programas. Além disso, existe resistência entre alguns dirigentes, por conta de sua conturbada passagem em 2009.

Outro nome, este com excelente apoio popular, é o de Renato Gaúcho. Multicampeão desde que iniciou sua terceira passagem pelo Grêmio, Renato não teria multa rescisória para deixar o Rio Grande do Sul rumo ao Rio de Janeiro. No entanto, parece pouco provável que o atual campeão da Libertadores abandone o trabalho que vem lhe dando muitos êxitos. Outro impedimento pode ser o salário alto, que no tricolor gaúcho gira em torno de R$ 700 mil. A proposta do Flamengo precisaria ser bem melhor do que isso.

Dorival Junior ganhou força ao surgirem informações dando conta de que ele estaria disposto a fazer um acordo envolvendo salários e a dívida de cerca de R$ 11 milhões. O processo trabalhista do treinador contra o Fla cobra salários atrasados, direitos de imagem, férias, FGTS e outros valores acordados na sua passagem entre 2012 e 2013, já foi vencido em várias instâncias no Rio de Janeiro e atualmente aguarda decisão no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília.

Em meio a tudo isso, depois da limpa feita após o vexame da eliminação no Estadual, sobrou Mauricio Barbieri, que é quem executa a agenda de treinos. Barbieri vive a esperança de ser “testado” na estreia do Brasileiro. Não será sem razão que uma demora na escolha do treinador ocorra para que seja testada sua aceitação junto ao grupo de jogadores.

Como de praxe, os portões no Ninho do Urubu foram abertos para a imprensa já com o treino no seu fim. E a expectativa ficou mesmo para a coletiva de apresentação de Carlos Noval, novo diretor-executivo de Futebol.

Do Ninho para a Gávea

A tradicional reunião de segunda-feira do Conselho Diretor do clube promete ser bastante extensa. Após o tsunami que varreu seis funcionários do departamento de Futebol do clube, entre eles o diretor-executivo Rodrigo Caetano, o treinador Paulo César Carpegiani e o auxiliar Jayme de Almeida, alguns vice-presidentes querem maiores explicações do planejamento para o resto da temporada. Principal responsável pelas mudanças, o VP de Futebol Ricardo Lomba deve apresentar seu planejamento para o restante da temporada. A escolha do próximo treinador obviamente é outro item que será debatido. A reunião desta noite, entretanto, servirá para que Ricardo Lomba reforce sua autonomia perante o presidente Eduardo Bandeira de Mello, que resiste em manter-se ligado a estrutura de comando da principal pasta do clube.

Estreia no Brasileiro

O Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro 2018 diante do Vitória no sábado, dia 14/04. O jogo acontece no Barradão, às 19h. A chegada de um novo treinador pode significar a retomada de um período de negociações de novos jogadores. O primeiro desafio do novo diretor-executivo será conseguir fazer mudanças em um elenco que mostrou no Carioca ter problemas na sua montagem.
 

Imagem destacada no post e redes sociais: Gilvan de Souza / Flamengo
 


Olá, grande rubro-negro! Quer entrar para o nosso grupo exclusivo de Whatsapp, participar de sorteios de livros incríveis sobre o Flamengo, ter acesso a matérias antes de todo mundo, virar blogueiro do Mundo Rubro Negro e ainda contribuir para o crescimento do projeto com o melhor conteúdo sobre Flamengo da internet? Entre para a nossa comunidade de apoiadores! Saiba mais clicando aqui.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs