Compartilhar:

Jogadores têm conversado entre eles na busca por explicações da queda de rendimento desde as finais do Campeonato Carioca

Blog Ninho do Urubu | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

A derrota do Flamengo para o Atlético-GO doeu nos torcedores, acostumados às vitórias. Mas não foi apenas nos rubro-negros que ela causou espécie. Dentro do elenco, a segunda derrota causou incômodo pela forma como foi e a pouca produtividade. Após a partida, diversos jogadores passaram a buscar explicações e conversaram sobre o fato ainda no Estádio Olímpico. Segundo o que a coluna apurou, não existe nenhum racha ou problemas com o treinador, ao contrário das especulações após imagens que circularam nas redes sociais. E tais boatos vem desagradando internamente.

Do mesmo autor: Domenèc Torrent x Jorge Jesus: as diferenças e semelhanças de trabalho no Flamengo

Os jogadores estariam incomodados com o mal começo de início de Brasileirão e conscientes de que o time não está mais entregando o que entregava antes da parada das competições. De acordo com pessoas que ouvimos, essa reflexão já teria acontecido bem antes do Domènec chegar. Ainda durante as finais do Campeonato Carioca, após um desempenho abaixo do esperado, atletas conversaram entre eles sobre os três jogos longe do que vinham acontecendo.

Sem partidas desde então, era esperado que com o começo de uma nova competição as boas atuações voltassem. Só que isso não aconteceu. Nesta quarta-feira, após a derrota, novamente o clima de apreensão tomou conta do vestiário. Líderes do grupo teriam manifestado o momento de refletir sobre a queda. As mudanças táticas do Domènec para o primeiro tempo da partida não surtiram efeito. Mas, para os jogadores, não foi só isso.

Na noite da quarta-feira, o jornalista Mauro Cézar Pereira, no programa Linha de Passe, trouxe a informação de que alguns atletas estariam fora de forma e a condição física do elenco em si “assustado” o técnico catalão. Apuramos que de fato alguns jogadores não estão no estado anterior à paralisação. E isso virou pauta até dos jogadores do Atlético-GO no pós partida.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp

Outro ponto que vem causando desconforto interno é o boato de parte da imprensa de que não há aceitação do trabalho do novo técnico e rachas. Primeiro foi uma possível rivalidade entre Bruno Henrique e Gabigol, por conta do jogo contra o Atlético-MG. Bruno precisou ir até às redes sociais se manifestar, antes que causasse problemas maiores.

Porém, a de que haveria problemas com o treinador, gerou grande inquietação entre os atletas. Recém chegado e com apenas quatro treinos completos, o assunto é totalmente rechaçado nas conversas. O nome do Domènec tinha sido não só bem recebido pelos jogadores, como muitos ficaram motivados com as boas referências dadas pelo lateral-direito Rafinha. O atleta tinha expressado ao elenco os bons trabalhos durante o Bayern.

O Flamengo encara no sábado o Coritiba, às 19h30. Até lá, a expectativa é de que jogadores e comissão técnica se fechem na busca por melhorar o desempenho. Sem tempo para treinar ou recuperar os atletas durante as próximas semanas, Domènec e atletas tentarão voltar às vitórias na base da conversa. E sem boatos de fora que possam contaminar o ambiente.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal / Flamengo

Compartilhar: