Compartilhar:

As meninas do Flamengo/Marinha farão o primeiro jogo como mandante em 2018 nesta quarta-feira (2), na Gávea, às 15h contra a Ponte Preta. A entrada ao estádio é gratuita. As rubro-negras querem a primeira vitória no Campeonato Brasileiro Feminino 2018, já que na estreia, foram derrotadas pelas Sereias da Vila pelo placar de 6 a 0, atuando com uma jogadora a menos durante 75 minutos.

O time titular para esse jogo ainda não foi definido pelo técnico Ricardo Abrantes. O XI inicial da partida contra o Santos tinha: Stefane; Rayanne, Renata Diniz, Ana Carol e Raquel; Juliana, Jane e Barbara; Larissa, Pâmela e Dani Helena. Expulsa na partida anterior, a goleira Stefane está suspensa para o duelo frente à Ponte Preta.

Arbitragem – Ponte Preta x Flamengo/Marinha

O duelo será conduzido pelo árbitro Daniel de Sousa Macedo, auxiliado por Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá e Fabiana Nobrega Pitta.

Histórico de confrontos

Será a terceira partida entre as equipes na história do Futebol Feminino. Total equilíbrio: dois jogos e uma vitória pra cada lado. Os confrontos foram disputados no Brasileiro Feminino do ano passado.

Gávea – Flamengo 3 x 0 Ponte Preta – Gols: Pâmela, Larissa e Jane / Moisés Lucarelli – Ponte Preta 3 x 1 Flamengo – Gol: Raquel.

Foto: Tatiane Marques Fotografia

O adversário

As meninas da Ponte Preta, paralelamente ao Brasileiro Feminino, estão participando do Campeonato Paulista, onde em quatro jogos contabilizam uma vitória, um empate e duas derrotas, anotando 3 gols e sofrendo 6. No Campeonato Brasileiro, estrearam com vitória por 1 a 0 sobre o Vitória de Santo Antão.

O time titular das paulistas na partida anterior teve: Vanessa, Isabella, Camila, Thaís, Sabrina, Thalita, Ana Paula, Isabela, Maressa, Kerolin e Luana. A camisa 11 Kerolin anotou o gol do triunfo alvinegro.

Regulamento

O Flamengo está no grupo 2, juntamente de Vitória-PE, Foz Cataratas/Coritiba-PR, Rio Preto-SP, Santos-SP, Portuguesa-SP, Audax-SP e Ponte Preta-SP. Na primeira fase da competição, as equipes do mesmo grupo enfrentam-se em turno e returno. As quatro melhores, avançam às quartas de finais, após isso, mata-mata com jogos de ida e volta. O campeão, além do troféu, garante vaga na Libertadores da América Feminina 2019.

Leia também:

Flamengo/Marinha apresenta cinco reforços para 2018

Futebol Feminino: Flamengo/Marinha reforça a defesa

Reforços falam sobre suas expectativas para o 2018 do Flamengo/Marinha

 

Créditos imagem destacada: Staff Images/Flamengo

Compartilhar: