Compartilhar:

O vice-presidente de Futebol, Marcos Braz, disse hoje, na apresentação do atacante Michael, que a primeira conversa que terá com o técnico Jorge Jesus após o retorno do português ao Rio não será sobre a renovação do contrato do técnico, e sim sobre a definição de que o Flamengo terá que disputar duas finais em três dias após a divulgação pela Conmebol das datas de disputa da Recopa Sul-Americana.

— Eu acho que a primeira conversa que eu eu e Bruno vamos ter com ele não é do contrato não. A primeira é externar essa preocupação de ter uma final dia 16 e outra no dia 19. E ainda tem a Taça Guanabara se a gente chegar lá. Então a primeira conversa com Jorge Jesus não será de renovação. Até porque ele tem um contrato em vigência, já tô cansado de falar isso aqui. O Flamengo tem uma relação excelente com ele, o presidente tem, o Bruno tem, eu tenho. O primeiro tema com Jorge Jesus são essas finais aí, que é o que importa para o Flamengo, é o que importa para a torcida do Flamengo. E lógico, paralelamente a isso, devagarinho, a gente vai tratando sobre a renovação. Renovação que todo mundo sabe da dificuldade, todo mundo sabe que tem que ter paciência e assim vai ser. O ponto principal é ter tranquilidade para falar com o Jorge, mas a gente tem outros temas importantes para discutir antes.

O técnico português disse ao chegar ao Rio ontem que queria acabar com a especulação circulando sua permanência e afirmou que “não vai haver problema” para a renovação. Ele também revelou um pacto com os jogadores para ganhar o Mundial, o que indica seu desejo de permanência pelo menos até o fim de 2020.

Braz também afirmou que as contratações que fez não foram para compor o elenco de Jesus, e sim para qualificá-lo, e que o técnico decidirá como aproveitar os jogadores:

— Nós não fizemos contratação para compor o elenco. A gente fez contratação para qualificar o elenco. Composição parece que é para completar, num segundo plano. Nossa preocupação é montar o melhor elenco para que o técnico, seja lá qual for, ponha em campo o que esteja melhor posicionado, o melhor agrade ele.

Entre essas opções, estarão Pedro e Thiago Maia, que já estão treinando no Ninho, mas cujas contratações ainda não foram confirmadas por Braz.

— As coisas estão muito bem encaminhadas. Os atletas, vocês já sabem, estão aqui dentro. Mas o Flamengo, por regra, só anuncia quando está todo o processo finalizado. A experiência, o tempo na bola, algumas situações, nos fazem ter essa cautela. Os jogadores já estão aqui, já foram avaliados, mas o Flamengo só anuncia quando se sente confortável para fazer isso. Acho que não vai ter nenhum tipo de problema, são superavançadas, mas ainda não tem o conforto necessário para a diretoria do Flamengo poder anunciar.

Braz também disse que as primeiras conversas que terá com Jesus servirão para definir a eventual necessidade de contratar mais jogadores e a possibilidade de liberar outros que recebam propostas, como Berrío e Piris da Motta.

— As conversas com Jorge Jesus durante essa semana vão dizer muito em algumas situações. É evidente que o elenco fica mais forte, os espaços diminuem e a gente pode ter a surpresa de algum atleta achar que pode ter outro projeto esportivo. Não sei qual atleta vai entender dessa forma, mas a gente prefere falar com o Jorge primeiro para depois entrar nessa seara aí. Agora, é evidente que o Flamengo do mesmo jeito que faz propostas para contratação, muitas vezes tem consultas sobre atletas do Flamengo. A gente vai debatendo e com tranquilidade a gente vai tomando as decisões. Se os atletas estão aqui é porque eles foram qualificados para estar aqui, e, mais do que isso, foram campeões por aqui. Atleta que foi campeão a gente tem que ter respeito.

Compartilhar: