Braz revela o motivo de Domènec não ter dado certo no Flamengo

MRN Informação | Yago Martins — Convidado do jornalista Mauro Cézar Pereira, para falar sobre vários assuntos no programa Dividida, no Uol, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, comentou e deu sua opinião sobre diversos temas. Ao dar seu pitaco sobre Domènec Torrent, o cartola se mostrou arrependido de ter contratado o catalão após a saída de Jorge Jesus, e revelou o motivo do profissional não ter dado certo na Gávea.

”O Dome não foi uma decepção no final, se eu ampliar as dificuldades que ele teve aqui. Relação a parte do calendário, pandemia. Acho que ele poderia ter vindo pra cá, com um pouco mais de estrutura em relação a comissão técnica. Mas ele é um cara honesto, correto e que não deu certo, isso acontece. Acho que o Flamengo também foi correto por ele. Ele é um bom técnico, apenas não deu certo.

No tamanha a incerteza que nós tínhamos pela pandemia, em função do calendário e de um monte de outras situações, eu deveria trazer um técnico brasileiro depois do Jorge Jesus. Nada tem a ver com a escolha do Dome”.

Leia também: Atletas que se aposentaram após deixar o Flamengo se oferecem ao Vasco

Dentro de campo, o Flamengo já iniciou 2021 vencendo o Nova Iguaçu por 1 a 0, na estreia do Campeonato Carioca. Confira como foi a partida.

Escalações:

Flamengo: Gabriel Batista; Matheuzinho, Noga, Nathan e Ramon; João Gomes, Daniel Cabral, Yuri e Lázaro; Thiaguinho e Rodrigo Muniz

Nova Iguaçu: Luis Henrique; Rafinha, Gilberto, Mezenga e Digão; Abuda, Vinicius, Kunzel e Yan; Canela e Raphael Carioca

A partida começou com o Flamengo tomando as ações, e a primeira finalização do rubro-negro foi aos 13 minutos: Natan lançou, Thiaguinho limpou o zagueiro, mas finalizou sem perigo para o goleiro. No minuto 16, Thiaguinho cruzou na área, e quase colocou Rodrigo Muniz em condições de cabecear para o gol.

A melhor chance aconteceu aos 20: Ramon cruzou, Lázaro escorou e Daniel Cabral finalizou com muito perigo. A bola passou próximo à trave do goleiro do Nova Iguaçu.

No minuto 27, Rodrigo Muniz recebeu na entrada da área, mas finalizou para a tranquila defesa de Luis Henrique. Aos 41, outra chance desperdiçada por Rodrigo Muniz: o camisa 9 ganhou do zagueiro, mas preferiu tocar para Lázaro, que sem ângulo, acabou perdendo o controle da jogada.

Na segunda etapa, Maurício Souza voltou cima a mesma equipe, e aos dois minutos, quase que Matheuzinho abre o placar. No entanto, não demorou muito para a primeira alteração acontecer: aos cinco, Daniel Cabral saiu lesionado para a entrada do Max. No minuto sete foi a vez de João Gomes tentar abrir o placar, sem perigo ao gol adversário.

A melhor chance até então foi aos 20: Thiaguinho cruza na área, a bola bate em um zagueiro do Nova Iguaçu, e quase vai para o fundo das redes. Mesmo não fazendo uma má partida, Thiaguinho deixou o gramado um minuto depois, para a entrada de Gabriel Barros.

Já na reta final, com o relógio marcando 31 minutos, Maurício Souza chamou Mateus Lima, de apenas 16 anos, para substituir Yuri. A melhor chance do Nova Iguaçu foi aos 35: Abuda finalizou de longe, Gabriel Batista fez golpe de vista e a bola explodiu no travessão.

Porém deu tempo do Flamengo abrir o placar no último lance: aos 49, Lázaro toca para trás e Max finaliza forte, sem chances para o goleiro: 1 a 0 Flamengo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs