Compartilhar:

A temporada mal começou, mas a torcida rubro-negra está empolgada e não é para menos. Com as contratações feitas na janela do início desse ano o Flamengo eleva ainda mais seu patamar e cada vez mais se distancia dos seus rivais cariocas e nacionais.

Semanas atrás, durante a apresentação do meia Giorgian De Arrascaeta, o uruguaio brincou ao dizer que Abel Braga teria “dor de cabeça” para montar um time com tantos jogadores qualificados no elenco.

“Jogador tem que brigar sempre para jogar, dar o máximo que tem. Isso fortalece nosso elenco. Vai ser uma dor de cabeça boa para o treinador. É uma motivação extra. […] Temos que ir passo a passo para ficarmos pronto para o ano. Conhecer o grupo para mim é fundamental, e aí quando eu estiver pronto, dependerá do treinador”, comentou o uruguaio.

Leia mais em: Arrascaeta é apresentado oficialmente e declara: “Estou onde queria”

Apesar de parecer clichê, Arrascaeta está certo. No atual Flamengo, considerando a permanência de um esquema com dois volantes, existem quatro vagas do meio para frente – um meia centralizado, dois pontas e um atacante.

O próprio treinador Abel Braga revelou em entrevista que pretende ter dois times, a exemplo do Palmeiras, para disputar as competições de forma menos desgastante. A “dor de cabeça” de Abel será para encontrar o equilíbrio entre os times, além de lidar com cada jogador e montar o melhor Flamengo possível.

Meio-campo: Diego, Éverton Ribeiro ou Arrascaeta

Diego renovou seu contrato e foi um dos destaques do time na Flórida Cup. (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O Flamengo acostumou-se a jogar com Diego centralizado enquanto Éverton Ribeiro fazia o lado direito. A “dor de cabeça” para 2019 é definir quem será o maestro de cada um dos times que Abel quer montar. Na vaga de meia centralizado tanto Diego, quanto Éverton Ribeiro e Arrascaeta podem aparecer por ali, mesmo que com características diferentes.

Pontas: Éverton Ribeiro, Bruno Henrique, Berrío, Vitinho, Gabigol, Thiago Santos e até Trauco

No lado direito, além de Éverton Ribeiro e Berrío, Abel pode usar Gabigol na função, para liberar espaço no ataque para que Uribe seja o centroavante. Em diversas entrevistas, Gabigol disse que se sente à vontade jogando pelos lados do campo, principalmente pelo lado direito, setor em que surgiu no Santos.

Apresentados oficialmente, dupla Gabigol e Arrascaeta devem estrear hoje diante do Resende. (Foto: Divulgação/Flamengo)

Já pelo lado esquerdo, Abel terá Vitinho, Arrascaeta e agora Bruno Henrique. Considerando que a melhor fase de Arrascaeta no Cruzeiro foi pelo lado esquerdo, as duas contratações mais caras da história do Flamengo podem disputar apenas uma vaga no time principal. Chegando agora, Bruno Henrique pode disputar vaga de igual para igual com seus companheiros – o jogador foi uma exigência de Abel.

Outro que pode ganhar chance este ano é Thiago Santos, cria da base do Flamengo, mas que não desencantou no profissional. No início do ano, Abel pediu que Thiago não fosse negociado porque enxergava que o atleta poderia ter chance no time. Na coletiva de apresentação do técnico, quando falava de uma possível venda de Trauco, Abel revelou que entende que o lateral-esquerdo também pode fazer a função de meia aberto.

Centroavante: Uribe, Gabigol, Dourado e Lincoln

Uribe foi o artilheiro da competição e eleito MVP; colombiano deixa Dourado para trás na disputa pela posição. (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Em boa fase desde o fim do ano passado, Uribe larga na frente. Apesar das boas atuações, do MVP na Flórida Cup e das declarações de Abel em que disse o treinador disse que “jogadores não seriam escalados por nome”, Uribe vê Gabigol como uma sombra. O novo atacante do Flamengo chegou com status de estrela, salário milionário e de quebra foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro em 2018 jogando na mesma posição que o colombiano.

Dois centroavantes que perdem espaço com a chegada de Gabigol e a boa fase de Uribe são Dourado e Lincoln. Contratado por R$ 15 milhões, Dourado teve sua melhor fase na carreira sendo dirigido por Abel, e tanto jogador quanto treinador confiam um no outro. Lincoln hoje está com a seleção para a disputa do Sul-Americano Sub-20, e deve ficar de fora de boa parte do Carioca.


*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal/Flamengo

Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Saiba mais em bit.ly/tutorialapoioforum

LEIA TAMBÉM

Compartilhar: