Compartilhar:

Vice-artilheiro do Flamengo na última temporada e fundamental para a conquista do Brasileiro e da Libertadores no ano passado, o atacante Bruno Henrique receberá um senhor reajuste salarial para permanecer no Flamengo, segundo informou o jornalista do Globoesporte.com Cahê Mota.

O novo salário que Bruno Henrique receberá será superior a R$ 1 milhão mensal, vencimento compatível com os dois outros protagonistas do time, o meia De Arrascaeta e o atacante Gabigol — este, caso permaneça no clube, o que ainda não é certo.

Segundo relatos, o salário anterior de Bruno Henrique girava na casa de R$ 250 mil mensais. Mas a temporada na qual marcou 35 gols, chegou à seleção brasileira e foi eleito melhor jogador do Brasileiro pela CBF e da Libertadores pela Conmebol fez com que o jogador subisse para “outro patamar”, para usar o termo cunhado pelo próprio Bruno Henrique para se referir ao abismo entre o Flamengo e os adversários no futebol brasileiro.

Há relatos de que clubes da China estejam interessados em contratar Bruno Henrique, mas o Flamengo não está disposto a negociar o jogador por nenhum valor inferior à multa. O aumento salarial deve vir acompanhado de uma extensão do contrato atual, que vai até o fim de 2021, e possivelmente de um aumento da multa rescisória.

O próprio Bruno Henrique já disse recentemente que, se pudesse, assinaria um “contrato vitalício” com o Flamengo e que não tem nenhuma intenção de deixar o clube que lhe abriu as portas após uma temporada complicada em 2018, no Santos, devido a uma grave lesão no olho.

Compartilhar: