35.3 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Bruno Henrique revela bastidores do clima no vestiário após derrota

Bruno Henrique lamentou a chance desperdiçada de encostar no São Paulo

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @YagoM23

Na tarde desta sexta-feira, 8, o atacante Bruno Henrique concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu, e tentou explicar o momento de instabilidade vivido pelo Flamengo na temporada. O camisa 27 destacou a falta da torcida rubro-negra, e revelou como ficou o clima no vestiário após a derrota para o Fluminense, na última quarta.

Frustrante. Tristeza de poder encostar no São Paulo e não ter vencido o jogo. Foi um jogo que ficamos tristes, o vestiário ficou um velório. Vamos trabalhar para fazer um grande jogo domingo, acertar o que temos que acertar, não cometer erros para conseguir as vitórias daqui para frente”.

Maracanã sem público

A gente perdeu nosso 12º jogador que é a torcida. Nos momentos que mais precisamos de um incentivo, de um apoio, não conseguimos vencer os jogos, as decisões, e tenho certeza que se tivéssemos com os torcedores no estádio conseguiríamos as viradas. Não ter a torcida no Maracanã, todo time que vem jogar contra o Flamengo vem solto, vem até melhor do que quando enfrentam outros times. Perdemos nossa maior virtude que foi a torcida”.

Leia também: Agora vai? Imprensa gaúcha volta a ventilar nome de Renato no Flamengo

Relembre como foi o revés do Mais Querido no clássico

Escalações:

Flamengo: Hugo Souza; Maurício Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol.

Fluminense: Marcos Felipe; Calegari, Matheus Ferraz, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Yuri, Hudson e Yago Felipe; Wellington Silva, Michel Araújo e Fred.

No primeiro minuto de jogo, o Flamengo já criou sua primeira chance. Filipe Luís cruzou, Everton Ribeiro fez o corta luz e Gabigol finalizou pra fora. Aos três, Rodrigo Caio quase abriu o placar de cabeça. O zagueiro obrigou o goleiro Marcos Felipe a fazer uma grande defesa, após cobrança de escanteio pela esquerda.

A partir dos 20 minutos, o Fluminense equilibrou a partida, e chegou a levar perigo nas bolas aéreas com Hudson e Fred. Porém, o controle da bola continuou com os atletas do Mais Querido. No minuto 33, Arão enfiou um lindo passe para Arrascaeta que finalizou em cima do goleiro. E o gol saiu aos 40: Everton Ribeiro ganhou do Yuri na velocidade, cruzou, e Arrascaeta de cabeça abriu o placar: 1 a 0 Flamengo.

Na etapa complementar, o Flamengo recuou, mas logo aos quatro minutos teve uma chance no contra-ataque, desperdiçada por Everton Ribeiro. O Fluminense respondeu com Wellington Silva aos seis, o atacante venceu na velocidade de Isla e finalizou próximo à trave de Hugo Souza. Natan de cabeça teve uma grande chance aos oito, mas cabeceou sem direção para fora.

O gol de empate do Fluminense veio aos nove minutos. Danilo Barcelos cruzou, e o zagueiro Luccas Claro deixa tudo igual: 1 a 1. Aos 17, quase a virada do rival: Michel Araújo driblou Natan e Rodrigo Caio e finalizou na trave.

Aos 24, Ceni sacou Gabigol e Natan e colocou Pedro e Diego Ribas, improvisando Arão como zagueiro. Porém o time seguiu com as mesmas dificuldades e nada criou com muita efetividade. No desespero, Rogério chamou o jovem Rodrigo Muniz e tirou Everton Ribeiro, porém nada adiantou.

Nos acréscimos, Pepê entrou no lugar de Gerson, e só deu tempo para Yago Felipe virar a partida: 2 a 1 para o Fluminense.

Notícias do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs