Compartilhar:

Ofensivo e com bastante posse de bola, técnico está prestes a levar o modesto Rio Ave à Liga Europa em Portugal

Blog Ninho do Urubu | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

Carlos Carvalhal, atual técnico do Rio Ave de Portugal, passou a ser o nome favorito para treinar o Flamengo após a saída do Jorge Jesus. Foi o que a coluna Ninho do Urubu apurou. Além dele, como adiantamos na sexta-feira, Leonardo Jardim e Marcos Silva também estão entre os analisados pela diretoria rubro-negra. Porém, durante o final de semana, Carvalhal ganhou força pela negociação ser tratada como mais acessível neste momento.

Como trouxemos com exclusividade no dia 6 de julho, Jorge Jesus foi para o Benfica. Após um encontro com elenco, diretoria e funcionários nesta segunda-feira, 20, antes de partir para Portugal, Marco Braz e outros dirigentes passam a trabalhar e consultar diversos nomes de forma mais intensa. Ainda que as tratativas estejam bem sigilosas e feitas de forma pensada, pessoas que também acompanham a situação garantiram que Carlos Carvalhal é o nome que mais ganhou força neste final de semana devido ao seu estilo e, como citado, “fome de vencer”.

Do mesmo autor: Um ano de Jorge Jesus no Flamengo: cinco títulos, quatro derrotas e centenas de bocas caladas

Com Braz ainda no Brasil, os primeiros contatos acontecem via internet e através dos intermediários. Segundo apuramos, nenhuma negociação está avançada, porém ainda esta semana o diretor de futebol do Flamengo embarca para Portugal e realizará suas primeiras reuniões pessoalmente. Neste momento, não há pressa para que um nome seja definido. O temor é que a escolha não seja a melhor após uma temporada histórica de Jesus.

Carvalhal: pressão sem a bola e ousado, técnico tornou-se um dos destaques do Campeonato Português

Carlos Carvalhal, de 54 anos, é treinador do Rio Ave desde o começo da temporada e levou o clube ao recorde de pontos na Liga em sua história, com 52 pontos. A equipe está em sexto lugar, brigando por vaga na Liga Europa. Das 33 partidas até agora, foram 14 vitórias, 10 empates e 9 derrotas. Marcou 46 gols e sofreu 36. Em janeiro, após o time chegar à Série A do Brasileirão, o Bragantino cogitou sua contratação mas as negociações não avançaram.

Pessoas que acompanham o trabalho do português de perto destacam sua vocação ofensiva e estilo forte sem a bola. Características que agradaram por serem semelhantes às de Jorge Jesus. Apesar de usar bastante o 4-4-2 sem a posse e o 4-2-3-1 com ela, as semelhanças param por aí. É o que afirmam os profissionais que consultamos. Destacam a zona de atuação quando tem a bola. Se o Mister gostava de explorar o corredor lateral, Carvalhal prefere o central. Principalmente com atuação dos volantes.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp.

Quem aponta seu estilo como mais elaborado que o de Jesus, lembra também o comportamento das suas equipes sem a bola. Com a defesa adiantada, como Jesus, usa bastante o 4-4-2 para fechar as linhas e obrigar o adversário ao erro ou ligações pelos lados onde podem perder a posse através da inferioridade numérica.

Já com a bola, gosta de triangulações. Principalmente por dentro, no corredor central e entre as linhas. Sempre com tranquilidade quando tem a posse, os atacantes trabalham bastante as costas dos zagueiros e também as inversões. Com quem falamos, afirmam que Gérson, Éverton Ribeiro e William Arão ganhariam ainda mais destaques e poderiam virar peças chaves dentro do jogo que o técnico do Rio Ave gosta.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação / Rio Ave

Compartilhar: