23.7 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Carvalhal conta como foi a negociação com o Fla: ”Estive muito perto”

Flamengo quase contratou Carvalhal no lugar de Domènec Torrent; confira abaixo o motivo

Logo após a saída de Jorge Jesus, vários técnicos foram oferecidos ao Flamengo e o clube rubro-negro teve diversas reuniões com profissionais diferentes em busca do substituto do Mister. Antes de acertar a contratação do catalão Domènec Torrent, Marcos Braz e Bruno Spindel quase finalizaram o acordo com o português Carlos Carvalhal, e quem conta é o próprio técnico.

Atualmente comandando o Braga, Carvalhal tinha acabado de deixar o Rio Ave após classificar a equipe para a Uefa Europa League. Em entrevista ao jornal inglês The Times, o português apontou a pandemia de COVID-19 e o que uma mudança para o Brasil mudaria em sua vida particular.

Eu estive muito perto de ir para um dos melhores clubes do mundo, o Flamengo, no Brasil. Clube inacreditável, bom contrato. Mas, com o coronavírus, (minha família e eu) acreditamos que não era o momento certo de viajar em aeroportos ou da minha família ficar indo e voltando. Tive que telefonar aos dirigentes do Flamengo e dizer que não podia ir. Eles não acreditavam. Meus amigos me chamaram de louco”.

Não deu para trazer Carvalhal e chegou Domènec. De lá pra cá, o catalão classificou o Flamengo para as quartas de finais da Copa do Brasil e ficou em primeiro lugar em seu grupo na Copa Conmebol Libertadores. No Campeonato Brasileiro, a equipe é a vice-líder com 35 pontos, mesma pontuação do melhor colocado Internacional. Porém, o sistema defensivo que vem incomodando a torcida rubro-negra.

Desde a chegada, são 33 gols sofridos em 25 partidas. Em sua defesa, o treinador aponta erros individuais do sistema defensivo: ”Quando você comete erros individuais, não pode relaxar. A bola dentro da área é como uma bomba, tem que sair de lá. Muitas vezes você erra em três jogos e depois não erra maisTodos viram o jogo com o Inter, acho que demos os gols, no último jogo… Nós tivemos problemas defensivos com o Dome aqui, estávamos separados, o adversário jogava um contra um, não sabíamos defender bem. Os últimos jogos acho que são erros individuais de concentração”.

Créditos de imagem destacada: Divulgação

Notícias do Flamengo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs