Ceni elogia postura do Flamengo diante do Volta Redonda e projeta duelo com o La Calera: “Jogo complicado”

MRN Informação | Isaac Simões — O técnico Rogério Ceni elogiou a postura do Flamengo em “levar a sério” o jogo contra o Volta Redonda, pelas semifinais do Carioca. O Mengão que havia vencido a primeira partida por 3 a 0, goleou o Voltaço por 4 a 1, neste sábado (8), no Maracanã e carimbou sua vaga na decisão do Estadual.

“Eu acho que a maneira que conduziu o segundo tempo, de maneira séria, apesar de ter feito um placar no primeiro tempo. Sem preciosismo, acho que foi objetivo, tentou fazer os gols. Lógico que com as trocas tínhamos jogadores que precisávamos tirar. Mas, o mais importante é que levamos a sério o jogo. Muitos garotos na partida. Hoje tivemos 14 jogadores da base convocados. Nove no jogo. É claro que alguns ainda precisam ser trabalhados, têm um ou dois anos de base, precisam de aprimoramento. Mas a gente fica feliz porque eu sei o quanto o clube valoriza a base, o quanto é bom ter jovens e para que o público pudesse observar e fazer sua avaliação de cada um deles”, afirmou.

Leia também: Motorista Robson realiza sonho de conhecer jogadores do Flamengo: “Foi muito especial”

Ceni também falou do desempenho e da postura de Gabigol, capitão da equipe neste sábado. Isso porque o atacante marcou duas vezes, nesta noite, chegando a 81 gols com a camisa do Flamengo.

- Advertisement -

“Eu fiquei feliz porque acho que ele se sentiu mais importante com a faixa de capitão. Fez os gols, é um cara que sempre está querendo jogar. Ainda é jovem, ou seja, hoje tentamos poupar um pouquinho os mais experientes, mas o Gabi tem sempre essa sede de jogo e é importantes porque desperta isso também nos outros atletas. Mas, hoje eu acho que ele teve uma postura diferente com a faixa de capitão. Foi o mais importante. Ele saiu feliz com os dois gols, jogou em média 70 minutos, e poupamos ele um pouco para o jogo de terça-feira”, disse Ceni.

Gabigol marca dois pelo Flamengo contra o Volta Redonda
Autor de dois gols, Gabigol foi o capitão do Flamengo contra o Volta Redonda – Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Pedro e Gabigol

Rogério Ceni também elogiou a dupla Gabigol e Pedro, que voltaram a formar o ataque do Flamengo, pela segunda vez na temporada.

“Eu fico feliz de ter jogadores desse nível. Eu falo para vocês que o Pedro eu considero um dos 11 titulares. Ele dos últimos cinco jogos entrou em três, fez gols, fez três gols em uma partida. Hoje além da assistência teve boas oportunidades de finalização, bola na trave. Uma pena elas não entrarem. São jogadores talentosos, de características diferentes que eu tenho o prazer de ter dois noves no Flamengo”, falou.

Ceni e Gabigol Flamengo
Gabigol abraça Ceni após deixar o gramado – Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Na próxima terça-feira (11), o Flamengo encara o Union La Calera (CHI), lanterna do Grupo G da Libertadores. Contudo, o treinador rubro-negro falou da dificuldade em enfrentar uma equipe com um gramado sintético e pregou cautela.

Leia mais: Pedro pode ser artilheiro do Carioca mesmo na reserva do Flamengo

“Eu acho que é um jogo complicado. A La Calera joga suas últimas fichas em uma possível vitória contra o Flamengo. O gramado sintético é uma coisa um pouco estranha para gente. A bola trabalha em velocidade alta, o Vélez foi lá e venceu, mas temos que ver que eles tiveram dois jogadores a menos. Contra a LDU foi um jogo bem parelho e eu pude assistir ao vivo. Então, se a gente espera jogo simples e fácil, não iremos encontrar. Agora, se formos bem objetivados, conscientes do que precisa ser feito, a gente tem uma oportunidade de trazer o resultado positivo. Mas, é um jogo de Libertadores. Jogo difícil”, ressaltou.

Isaac Simões no Twitter e Linkedin.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here