Com peças em idade avançada, Flamengo tem desafio no mercado para equilibrar elenco em 2021

Isaac Simoes
Jornalista, apaixonado por esportes e pela cultura fantástica do futebol. Trabalhei na TV Pajuçara (afiliada da Record em Alagoas), no Jornal Gazeta de Alagoas e no Portal Gazetaweb. Atualmente sou redator nos portais Mundo Rubro-Negro e Esporte Alagoano. Me siga nas redes sociais @isaac_siimoes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Isaac Simões – – Manter uma equipe no auge não é tarefa fácil. Nas duas últimas temporadas, o Flamengo dominou o futebol brasileiro. Entretanto, passadas as comemorações pelo octa nacional, a direção rubro-negra foca no planejamento para 2021 e mudanças devem ocorrer no elenco para conseguir manter o time em “outro patamar”.

A principal preocupação na equipe, está no setor defensivo. Ao longo da temporada, o Flamengo teve dificuldades em passar ileso nas partidas e chegou a ter, em dado momento, a defesa mais vazada do Brasileiro. Além disso, jogadores como Léo Pereira e Gustavo Henrique não encaixaram, fazendo com que o Fla improvisasse Willian Arão ao lado de Rodrigo Caio.

Leia também: Flamengo tem problemas para jogo contra o Macaé no próximo sábado pelo Carioca

léo pereira flamengo
Léo Pereira perdeu espaço no Flamengo – Foto: Divulgação

Aliás, Léo Pereira encerrou a temporada 2020 como a quarta opção defensiva do técnico Rogério Ceni, perdendo espaço, inclusive, para o jovem Natan. Desta forma, uma possível saída do zagueiro aliviaria os cofres, mas a direção esbarra na dificuldade em negociá-lo com outro clube.

O mesmo vale para Michael e Vitinho, jogadores contratados por altas quantias e que não renderam o que era esperado. Michael, inclusive, chegou a interessar o São Paulo, mas os clubes não chegaram a um acordo.

Veja: Flamengo inicia conversas para a renovação de Gerson

Uma alternativa, entretanto, seria usar esses atletas como moeda de troca em futuras negociações de reforços, como aconteceu em tentativa recente, quando Vitinho foi ventilado em conversas do Fla para trazer Solteldo, do Santos.

Éverton Ribeiro

Um dos capitães da equipe e titular absoluto, Éverton Ribeiro surge como a primeira opção para uma boa negociação. Aos 31 anos de idade, o meia despertou interesse do futebol árabe ao longo de 2020, mas permaneceu no Rubro-negro.

Éverton Ribeiro Flamengo x Inter
Éverton Ribeiro segue sondado pelo futebol árabe – Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Contudo, o alto salário e a valorização no mercado internacional apontam o jogador como a grande possibilidade de transação para o Flamengo fazer caixa. A tendência é que novas propostas surjam ao longo dos meses e o camisa 7 possa deixar o clube no meio do ano. Ribeiro tem contrato com o Mais Querido até o fim de 2023.

Geração 85

Apesar da qualidade do elenco, alguns jogadores que se demonstraram importantes estão com idades avançadas. É o caso de Diego Alves, Filipe Luís e Diego Ribas. Chamado de geração 85, o trio segue valorizado dentro do clube. Os três jogadores possuem contratos até o final de 2021, entretanto somente Filipe Luís manteve regularidade ao longo da temporada.

Geracao 85
Diego Ribas, Diego Alves e Filipe Luís – Foto: Reprodução

Convivendo com várias lesões, Diego Alves desfalcou o Flamengo na reta final do Brasileiro e viu o jovem Hugo Souza ganhar espaço. Já Diego Ribas precisou se reinventar dentro de campo, passando a atuar como primeiro volante, mas ainda existem dúvidas sobre como será a nova temporada, com seus 36 anos.

Responsável direto por transações no futebol do clube, o vice-presidente Marcos Braz evita falar sobre possíveis nomes que chegam ou saem do clube. Porém, recentemente afirmou que o Fla irá fazer contratações pontuais e perderá poucos jogadores.

Isaac Simões no Twitter e Linkedin.

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro. Clique aqui e seja apoiador.

Notícias do Flamengo

Blogs