Conheça Dona Emília, torcedora do Flamengo que viralizou na Web ao comemorar título da Supercopa: ‘Me ajoelhei e fiz minhas orações’

Leandro Chagas
Bacharel em Jornalismo pela FACHA, e pós-graduando em Jornalismo Esportivo na UERJ. Mesmo com 24 anos, já posso dizer que fiz de tudo um pouco na comunicação. Atualmente trabalho na assessoria de imprensa da deputada Martha Rocha, e sou redator nos sites Mundo Rubro Negro e Playmaker Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Leandro Chagas — A final da Supercopa do Brasil disputada entre Flamengo e Palmeiras na manhã do último domingo (11), mexeu com o coração de milhões de torcedores. Entre eles está Dona Emília, uma simpática senhorinha de 90 anos que viralizou na Web ao comemorar o título conquistado pelo Rubro-Negro após uma eletrizante disputa de pênaltis.

Leia também: Pé salvador! Diego exalta ‘caráter vencedor’ do Flamengo e dispara: ‘Queremos mais’

“Mengooooo! Mengo, Mengo! Gabigol! Gabigol! Gabigol!”, gritou ela após a confirmação do título. O momento de euforia foi filmado por seu neto Matheus Lune, e publicado por um amigo da família no Twitter. Veja o vídeo:

Ao MRN, a “vovó flamenguista”, que é moradora do bairro de Vila Tiradentes, em São João de Meriti, falou sobre sua história de amor com o clube, revelando que sonha em conhecer o Maracanã e os jogadores do Mais Querido. No bate-papo, ela também falou sobre o vídeo postado na Internet, e relembrou ainda alguns momentos da emocionante decisão que terminou com o bicampeonato do Fla no torneio.

“Meu maior sonho é conhecer o Maracanã e os jogadores do Mengão. Quando eu era pequena, com a minha família, que morava perto da Gávea, na Rua Pacheco Leão (Jardim Botânico), passeava muito lá dentro. A gente ia lá no campo do Flamengo, jogar peteca, pular corda… O campo era uma coisa muito simples, tipo esses campos de várzea que a gente vê hoje em dia. Eu sinto loucura pelo Flamengo. Desde os meus quatro aninhos, eles (pais) colocavam o radinho perto do oratório, então eu torcia com meus primos e primas”, relembrou.

Dizendo que não aceita ouvir ninguém falando mal do Flamengo, “senão ela fica louquinha”, Dona Emília relatou um momento de fé durante a decisão contra o Palmeiras. 

“No jogo de ontem, na hora que eu vi que o negócio estava feio, eu me ajoelhei aqui na sala e fiz as minhas orações. Ajoelhada e as lágrimas descendo”, contou.

Ao relembrar o vídeo que viralizou no Twitter, a rubro-negra falou sobre seu carinho por Gabigol.

“Eu tinha vontade de conhecer o Gabigol, e não é só o Gabigol não. Os outros meninos (jogadores) eu tinha vontade de conhecer também. Eu tenho fé em Deus que quando acabar essa pandemia, eu vou para um estádio”, disse ela, que completará 91 anos no dia 5 de maio. 

Em seguida, Emília confessou que também é muito fã de Bruno Henrique:

“No mundo, pra mim ele é o mais veloz. Tenho uma vontade de qualquer dia abraçar esses dois meninos, Gabigol e Bruno Henrique. Se encontrar eles, diz que a vovó Emília ama eles de coração”. 

Em um momento engraçado, Dona Emília deu uma “cornetada” em Filipe Luís, que apesar da grande partida, acabou desperdiçando uma das penalidades, chutando no travessão.

“Teve um molezinha, aquele magrinho que não fez o gol, jogou a bola lá no alto. Naquela hora deu vontade de pegar as pernas dele e dar um óculos de 80 graus”, disse ela, dando ainda uma dica para que o lateral-esquerdo não erre na próxima: “Você engana o goleiro, finge que vai jogar para o lado que ele tá e joga no outro.”

Leia mais: Pai de meio-campista do Arsenal confirma interesse do Flamengo

A vovó contou também como foi a comemoração do título em sua casa, que é repleta de flamenguistas:

“Ontem o churrasco foi até 1h da manhã. Foi maravilhoso. Eu com a idade que eu vou fazer, comi muito churrasco, e não me fez mal. Só não bebi porque eu não sou de beber. Tô muito feliz. Por mim eu abraçava jogador por jogador agradecendo. Eu senti uma alegria tão grande que eu comecei a gritar lá na rua. Botei um laço vermelho na cabeça e a camisa do Flamengo que eu ganhei. Não tenho muita coisa não, mas sendo do Flamengo tá ótimo.”

Flamengo Supercopa
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Ao falar sobre a emoção do título, Dona Emília disse que a saúde e o coração estão em dia. A idosa contou ao MRN que inclusive já recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19.

“Vivão, meu coração tá ótimo. Cheio de paixão pelo Flamengo. Na hora das minhas orações, quando eu vou dormir, eu sento na beira da minha cama e peço muito a Deus para os flamenguistas ficarem bem no meio dessa pandemia”, desabafou ela, que perdeu o irmão por conta do coronavírus.

Por fim, Dona Emília disse que espera ver o Flamengo cada vez melhor, projetando um 2021 de muitas conquistas.

“Tenho fé em Deus que vai melhorar cada vez mais”, finalizou ela. 

Buscando dar cada vez mais alegrias para Dona Emília e toda a Nação Rubro-Negra, o Flamengo agora se prepara para o clássico da próxima quinta-feira (15), contra o Vasco, às 19h, no Maracanã. O duelo é válido pela 9° rodada do Campeonato Carioca.

Siga o jornalista Leandro Chagas no Twitter e no LinkedIn.

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro. Clique aqui e seja apoiador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs