Conmebol Libertadores compara assistências de Diego para Adriano contra Argentina com a de Gabigol contra River

Mundo Rubro Negrohttps://www.mundorubronegro.com
Notícia e opinião de qualidade sobre o Flamengo desde janeiro de 2015

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Perfil da competição nas redes sociais relembra jogadas fundamentais do meia para as duas últimas maiores viradas do futebol brasileiro

A espetacular virada do Flamengo sobre o River Plate em Lima ainda vai render muitas histórias. Nesta quarta-feira, uma ótima lembrança do perfil da Conmebol Libertadores foi a jogada de Diego Ribas para o gol de Adriano na final da Copa América 2004.

Assim como a primeira final única da Libertadores, a Copa América daquele ano também aconteceu no Peru, com a decisão em Lima. O que chama a atenção das duas jogadas é a assistência na forma de lançamento para a área de Diego nos últimos momentos das duas partidas.

Tudo levava a crer que a Argentina venceria aquela que era a primeira decisão de Copa América entre Brasil e Argentina. No entanto, aos 48 minutos do segundo tempo, Diego levantou a bola para a área adversária e Adriano Imperador conseguiu dominar e, de virada, empatar a partida em 2×2. Um lindo gol.

O resultado levou a partida para a decisão por pênaltis. Julio César, goleiro criado nas categorias de base do Flamengo que chegou a desmaiar nas arquibancadas do Monumental U depois do inacreditável segundo gol de Gabigol, brilhou a defender cobrança de D’Alessandro. Diego Ribas também não desperdiçou a terceira cobrança do Brasil e a Seleção venceu sua sétima Copa América por 2(4)X2(2).

Leia também: A impressionante narração chilena dos gols de Gabigol contra o River Plate na final da Libertadores

Já o épico gol de Gabigol, aos 47 minutos do segundo tempo, surgiu de um lançamento mais longo de Diego, ainda da intermediária rubro-negra. O zagueiro Pinola falhou e o camisa 9 do Fla não perdoou, escrevendo o bicampeonato na história do CRF. Depois de sofrer grave contusão, o jogador surpreendeu a todos voltando aos gramados antes do tempo e a tempo de ajudar o Flamengo em Lima. Diego realmente é um predestinado.

Veja melhores momentos das duas partidas

Notícias do Flamengo

Blogs