27.5 C
Rio de Janeiro
terça-feira, novembro 24, 2020

Corinthians 1×5 Flamengo: em terra de urubu gavião não se cria


O Flamengo humilhou o Corinthians em sua casa. Dome precisa acertar a defesa nas bolas paradas; mas o saldo de domingo é espetacular

Blog Resenha Rubro Negra | Jean Carlos Santos – Twitter: @JeanSantosCRF

Desde o início da pandemia que os dias sem jogos pelo brasileirão ou qualquer outra competição vinham tendo o Flamengo como tema central. Seja pela volta aos treinos, aos jogos e nas últimas semanas do público aos estádios. Flamengo, sempre o Flamengo na boca do povo, normal. Era de se esperar, portanto, que não seria diferente nos dias que antecederam ao confronto com o Corinthians, o segundo clube mais popular do país.

Porém, o roteiro na última semana foi outro. O Santos resolveu dar as caras ao contratar um condenado por estupro e com isso conseguir a proeza de chamar toda a atenção da mídia negativamente para si por algo que obviamente não seria bem visto por nossa sociedade. A polêmica foi tanta que por pelo menos algum tempo o time do Flamengo conseguiu passar imune por assuntos que não fossem relacionados ao que ocorre dentro de campo.

Veja também: Flamengo participa de campanha contra a fome em jogo com o Corinthians

Se nos últimos jogos me revesti de puro bom senso ao assumir que os jogos não seriam fáceis mesmo contra times da zona de rebaixamento, hoje o otimismo tomou conta e a esperança era de vitória fácil e bom futebol jogado.

Li por aí que o time dos caras ia a campo com um zagueirão meio fraco e inexperiente, além disso, Cássio anda entregando umas paçocas por lá. Sorte a nossa e azar o deles. Cada um com seus problemas. Do nosso lado, Dome escalou o que tem de melhor em mãos e em condições físicas.

Everton Ribeiro deu um susto no meio de semana, mas parece que não passou disso. Vitinho titular me animou também, entrou bem na quinta e hoje era o dia perfeito pra jogar bem e baixar um pouco a perturbação em seu ouvido. Dito e feito, deitou nos curica e ainda guardou um.

Sobre o jogo

A vitória começou a ficar clara já no pré-jogo, quando Dome e seus auxiliares foram conferir o estado do gramado, ali já é certo que a comissão técnica tinha certeza de que o domingo reservava boas coisas para a torcida que ia acompanhar mais este Corinthians x Flamengo.

Diferente do pasto que se tem no Maracanã lá pros lado do Tietê a bola rola como se deve rolar e isso certamente nos favorece mais do que a eles próprios. O jogo começou com aquela pressão nos 15 minutos iniciais que fazem nosso time ainda dar uma certa vacilada pra sair jogando, mas nada demais, a rapaziada ali da meiuca tem qualidade e experiência necessárias pra fazer o básico e pôr a bola na direção correta.

Ainda no início Pedro guardou um, a expectativa ali já era grande pra vitória, entretanto, o VAR resolveu que ainda não era o momento para o início da sacolada e anulou o gol. Tudo bem, tínhamos ainda muitos minutos pela frente.

Veja também: Notas e análises individuais de Corinthians 1×5 Flamengo

Do lado corintiano, o único que dava um pouco de perigo era Otero nas bolas paradas. Para o azar dele a maior parte do tempo a pelota fica rolando e seu trabalho completamente desnecessário.

Contra a vontade da CBF, que costuma usar o VAR e as convocações para prejudicar o Mengão, entramos para ganhar e assim fizemos. Ainda no 1º tempo Everton Ribeiro, que vinha mal na partida, guardou de cabeça.

No 2º tempo fizemos 45 minutos protocolares para confirmar a vitória. O time estava afim de dar espetáculo e o jogo terminou em goleada. Chocolate na Neo Química Arena, 5×1 fora o baile.

Dome terá que arrumar nossa defesa – que não ganha uma no alto -, e ainda bem que temos Neneca pra nos salvar. O garoto pega muito! Como dizem por aí, estão deixando a gente sonhar. E já chegamos onde nunca deveríamos ter saído: no topo da tabela ao lado de Inter. Caso ganhe amanhã do Bahia, o Atlético Mineiro, que tem um jogo a menos do que nós, também se juntará à dupla com 34 pontos.

Os 19 times já sabem que quando o Flamengo chega é difícil de parar.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal / Flamengo

Leia também

Notícias do Flamengo

Torcedores do Botafogo caem em pegadinha de flamenguistas antes de jogo contra o Fortaleza

O que os botafoguenses não contavam é que tudo não passava de uma pegadinha de torcedores do Mengão

Gabigol com a camisa do Boca gera discussão acalorada em programa argentino; assista

Gabigol posou para tirar foto com a camisa do Boca nas dependências do clube. Todos os detalhes você encontra no site do Mundo Rubro Negro

Veja as escalações que Ceni pode utilizar para Racing x Flamengo

Ceni terá os retornos de Filipe Luís e Gabigol para escalar a equipe que enfrentará o Racing nesta quarta, às 21h30. Detalhes no MRN

Willian Arão revela treinos de Rogério Ceni e mudança em relação a Domènec

Willian Arão projetou jogo difícil contra o Racing, mas revelou que o Flamengo não pretende mudar o estilo e vai jogar de forma ofensiva

Cano dá dicas ao Racing e exalta Flamengo: ”Jogam em outro nível”

Em entrevista ao Diario Olé, atacante do Vasco elogiou o Flamengo. Todos os outros detalhes na matéria do site Mundo Rubro Negro

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs

23 de Novembro de 2019. Lima. Peru. Um ano da Glória Eterna

O Flamengo é o que não se explica. Há um ano, a América voltava a ser pintada de vermelho e preto, em um roteiro digno de cinema

Voamos todos na parábola de Diego

Sempre temi o destino de ser um morto soprado de inveja nas bancadas da eternidade, ressentido por um auge tardio do Flamengo

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro

O Flamengo existe porque a vida não basta

Cada um viu um filme diferente. De alguma forma, porém, todos aqueles filmes eram o mesmo. O mosaico do que é ser Flamengo

Quatro marcados, cinco perdidos: o “Pênalti para o Flamengo!” assusta em 2020

Vitinho perde o 5º pênalti do Flamengo em 2020; na temporada, o aproveitamento do clube carioca em cobranças de pênalti é inferior a 50%