Compartilhar:

O prefeito do Rio de Janeiro defendeu o retorno do futebol, mesmo com os números crescentes de casos e vítimas pelo Covid-19 na cidade.

Conforme acordado pela Ferj e maioria dos clubes, Marcelo Crivella voltou a se sintonizar com o governo federal e apoio o retorno do campeonato carioca nesta quinta feira.

Segundo ele, os clubes que optaram pelo retorno se enfrentam, e aqueles que se opuseram a voltar dialoguem com a Federação para jogar no mês que vem.

Veja ainda: Retorno do futebol na pandemia gera polêmicas para o Flamengo

O primeiro jogo a ser disputado, Flamengo e Bangu, ainda não foi oficialmente definido pela tabela. Mas segundo o prefeito, o presidente Jair Bolsonaro se fará presente na partida, mesmo sendo realizada com portões fechados.

“O presidente Bolsonaro prometeu que vem. Então, não vai ser vazio, o presidente Bolsonaro disse que vai vir ver o jogo”

Crivella ainda menosprezou a presença do hospital de campanha ao lado do estádio, que está operante desde 9 de maio. Segundo ele, o acesso se dará por outro portão. Em suma, se confirmada, a partida ocorrerá à poucos metros de onde 15% de 400 leitos estão ocupados.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Fabio Motta / O Globo

Compartilhar: