24.2 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 27, 2021

Flamengo sonda De La Cruz, meia do River Plate, mas prioridades são compras de Pedro e Thiago Maia

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Rubro-Negro consultou River Plate para saber a situação do jogador de 23 anos e da Seleção Uruguaia, mas não houve oferta

Blog Ninho do Urubu | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

A semana começou com a notícia de que o Flamengo estaria interessado em contratar o uruguaio Nicolás De La Cruz, meia do River Plate e irmão de Carlos Sánchez, atualmente no Santos. A coluna Ninho do Urubu apurou que o Rubro-Negro consultou a situação do jogador e sem fazer qualquer oferta. Entretanto, segundo afirmaram ao MRN, a prioridade, antes de qualquer contratação, é a compra dos direitos econômicos do volante Thiago Maia e do atacante Pedro.

LEIA MAIS: Jornal da Catalunha destaca goleada do Flamengo de Domènec Torrent

De La Cruz tem 23 anos e foi revelado pelo Liverpool FC, do Uruguai. Destaque do River nas duas últimas temporadas e convocado para a Seleção Uruguaia, tem os direitos em torno de 12 milhões de euros, cerca de cerca de 75 milhões de reais. O time argentino, que vive uma crise financeira por conta da pandemia que abateu de forma severa as equipes locais, tem dificuldades para manter o elenco de Marcelo Gallardo. Mas, segundo apuramos, não houve qualquer oferta do Flamengo. O Rubro-Negro prioriza a manutenção dos que já estão no plantel de Domènec Torrent.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (19), Gallardo confirmou a nossa apuração e disse não ter qualquer oferta por seus jogadores. Porém, segundo Muñeco, como é chamado na Argentina, se houver alguma proposta, precisam conversar como fizeram com Quinteros e outros atletas. Segundo o técnico, o River busca contratações também e com perfis baratos, mas que isso não necessariamente passa pela negociação de quem está nos Millionários.

Thiago e Pedro foram contratados no início de 2020. Por conta do acordo no fim, o Flamengo precisa contratá-los em definitivo ou tentar prorrogar o acerto com o Lille, equipe de Maia, e Fiorentina, do artilheiro. Marcos Braz e Bruno Spindel já trabalham em ambos os casos há algumas semanas, tentando achar meios de viabilizar as negociações. Porém, por conta da pandemia, a engenharia financeira tem sido mais complexa que há nove meses, quando sentaram à mesa para fechar com os atletas.

OUTRAS NOTÍCIAS: Feliz com a equipe, Domènec afirma que vai melhorar ainda mais

O acordo inicial por Pedro previa dois milhões de euros pela chegada do artilheiro com empréstimo até dezembro de 2020. Destes, 500 mil já foram quitados e o restante jogado para o ano que vem. Agora, a diretoria carioca trabalha para compra. Entretanto, sem o dinheiro da bilheteria e muitas competições com prêmios em dinheiro só no ano que vem, o Flamengo sabe que não pode fazer loucuras financeiras. Com prejuízo no primeiro semestre pelos motivos citados, os dirigentes passaram a trabalhar com a engenharia que afetasse o mínimo possível os cofres do clube.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp

Já Thiago foi emprestado pelo Lille, da França, até a metade de 2021. Os direitos econômicos do jogador estão na casa dos 6 milhões de euros por 50% deles. O montante, portanto, passa dos 18 milhões com ambos atletas. Por causa disso, o Flamengo tem conversado com as equipes para o parcelamento desses valores.

Outros jogadores também aguardam situação, casos de Pedro Rocha, que pertence ao Spartak Moscou, da Rússia, além da renovação de contrato com Diego Alves. Após a boa resposta dos jovens da base, Hugo Neneca, Noga e outros também estão em negociações para prorrogação de seus vínculos.

De La Cruz também chamou a atenção de clubes europeus. Até o momento, nenhum fez oferta oficial. O River Plate é uma das equipes da América do Sul que mais vendem atletas para a Europa. Em meio à crise causada pela Covid-19 e a possibilidade de paralisação do futebol local em meio às disparadas dos casos, novamente, o clube poderá ser obrigado e negocias importantes peças do elenco.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação / River Plate

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs