Compartilhar:

Presença do artilheiro do Santos na temporada ainda é incerta para o confronto contra o Flamengo, neste domingo na Vila Belmiro

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @Yago_Martins23

O Flamengo se esforça para ter neste domingo (30), a presença do zagueiro Rodrigo Caio e do atacante Gabriel Barbosa em campo contra o Santos, e no lado paulista, também existem dúvidas para o confronto. O volante Alisson, cumprindo suspensão por terceiro cartão amarelo já está fora e será substituído por Jadson, porém a maior preocupação do técnico Cuca é com o setor ofensivo.

Veja também: Flamengo não joga a toalha e intensifica tratamentos de Gabigol e Rodrigo Caio

Destaque da equipe neste início de Campeonato Brasileiro, o atacante Marinho ainda é dúvida para a partida contra o Mais Querido. O atleta sentiu dores na coxa esquerda após a última rodada, e faz tratamento intensivo no CT da equipe da Vila Belmiro. Cuca ainda nutre esperanças de ter Marinho em campo.

Marinho é dúvida, está treinando, mas não 100%. Cada dia que passa é uma esperança maior”, disse o treinador em entrevista coletiva virtual.

Gabigol e Rodrigo Caio

O atacante e o defensor sentiram durante o empate por 1 a 1 contra o Botafogo. O camisa 3 chegou a ser substituído, mas o artilheiro ficou até o fim e marcou o gol de empate no último lance do jogo. Caio contundiu o músculo adutor da coxa esquerda, enquanto o camisa 9 machucou o reto femoral da coxa direita.

Durante a semana, Domènec Torrent intensificou os chutes a gol, e também focou na melhora das condições físicas dos atletas. Uma mudança que chamou a atenção foi a entrada de Thiago Maia no lugar do volante Willian Arão. É possível que o atleta seja titular ao lado de Gerson no meio campo rubro-negro. Com isso, a possível escalação para a partida contra o Santos seria: Diego Alves; Isla, Thuler, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp.

Créditos de imagem destacada: Santos / Divulgação

Compartilhar: