24.4 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, novembro 26, 2020

De olho no rival: Vasco demite o técnico Ramón e encara o Flamengo em crise

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado e contra o corporativismo.

O cruzmaltino não vence há seis jogos e despencou da tabela. Clube ainda vive incerteza financeira por causa da eliminação na Copa do Brasil

MRN Informação | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

Acabou o Ramonismo. O Flamengo vai encarar um Vasco em crise no próximo sábado (10), às 17h, em São Januário. O rival demitiu nesta quinta-feira (8) o técnico Ramón Menezes após a goleada por 3 a 0 para o Bahia. Sem vencer há quatro rodadas no Brasileiro, o time está em décimo lugar e em crise.

LEIA MAIS: Com elogios aos jovens, Doménec desabafa em coletiva: ‘Eu sei como é o Flamengo’

A derrota para o time baiano foi a sexta partida sem vitória do cruzmaltino e a gota d’água para a demissão do treinador. O clube tem mais gols sofridos que marcados, 18 contra 17, e vive seu pior momento no Brasileirão. Além da má posição na tabela, o alvinegro foi eliminado da Copa do Brasil ainda na quarta fase, diante do Botafogo, abrindo uma profunda incerteza financeira. A competição renderia milhões

O jogo contra o Flamengo chega no pior momento possível. Além de ser justamente numa fase em que a equipe comandada por Domènec Torrent está embalada, o duelo acontece dentro do seu estádio. No Brasileirão de 2019, conquistado pelo Rubro-Negro, o time do Jorge Jesus venceu por 4 a 1 no primeiro turno, em Brasília, e empatou em 4 a 4 no segundo, no Maracanã.

Anunciado como substituto de Abel Braga no dia 30 de março deste ano, Ramon Menezes deixa o Vasco depois de pouco mais de seis meses no comando e 16 partidas disputadas (2 pelo Carioca, 2 pela Copa do Brasil e 12 pelo Brasileirão). Ao todo, foram oito vitórias, três empates e cinco derrotas.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp


*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal / Flamengo

vasco flamengo onde assistir

Leia também

Notícias do Flamengo

Maradona ou Messi? Zico diz quem é melhor e explica o motivo

Em entrevista realizada no ano passado, Zico declarava Maradona como melhor jogador argentino da hístoria do futebol

Filmes relembram a conquista da Libertadores de 2019 pelo Flamengo

Diversas produções exaltam a Glória Eterna rubro-negra na Libertadores 2019

Flamengo e Athletico vão se enfrentar no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, pela ida da semifinal do Brasileirão Sub-17

Flamengo e Athletico vão se enfrentar no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, pela ida da semifinal do Brasileirão Sub-17

“Maradona, o Flamengo te ama, hoje e sempre”; entenda o contexto da faixa exibida em 1991

Em 1991, após prisão de Maradona, Flamengo exibiu faixa em apoio ao craque

Ex-Flamengo, meia Gabriel é anunciado como reforço do CSA

O jogador foi pouco aproveitado no Coritiba e chega ao clube alagoano para disputar a Série B O meio campista Gabriel Santana, ex-atleta do Flamengo,...

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs

23 de Novembro de 2019. Lima. Peru. Um ano da Glória Eterna

O Flamengo é o que não se explica. Há um ano, a América voltava a ser pintada de vermelho e preto, em um roteiro digno de cinema

Voamos todos na parábola de Diego

Sempre temi o destino de ser um morto soprado de inveja nas bancadas da eternidade, ressentido por um auge tardio do Flamengo

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro

O Flamengo existe porque a vida não basta

Cada um viu um filme diferente. De alguma forma, porém, todos aqueles filmes eram o mesmo. O mosaico do que é ser Flamengo

Quatro marcados, cinco perdidos: o “Pênalti para o Flamengo!” assusta em 2020

Vitinho perde o 5º pênalti do Flamengo em 2020; na temporada, o aproveitamento do clube carioca em cobranças de pênalti é inferior a 50%