Compartilhar:

Yago Martins, do MRN Informação

Na última quinta-feira, o Flamengo entrou em campo pela penúltima rodada da Taça Rio para enfrentar o Bangu, e faltaram poucos detalhes para que o clube e a Globo chegassem a um acordo para a transmissão do duelo pelo Premiere.

De acordo com o site da Uol, durante as longas reuniões entre as partes, o rubro-negro chegou a ceder e propor que a partida fosse realizada no pay-per-view, porém apenas os sócios-torcedores iriam ter acesso à exibição do evento na plataforma do clube. A oferta foi prontamente recusada pela emissora, e no final, a partida não teve transmissão.

Para o próximo duelo contra o Boavista, o Mais Querido, que está apoiado na nova Medida Provisória, tem o interesse de vender os direitos deste jogo para outra emissora. O vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, falou sobre o caso em entrevista ao canal Paparazzo Rubro-Negro.

A gente estudou muito essa questão, ouviu muita gente. A gente entende que tem algumas situações que permitem chegar a conclusão que a gente pode, sim, transmitir os jogos nos quais o Flamengo é o mandante. Em primeiro lugar e o mais óbvio: o Flamengo não tem contrato com a Globo”.

A Rede TV se interessou e enxergou com uma boa possibilidade de ”explodir” de audiência, porém o departamento jurídico da emissora aconselhou a cúpula a não entrar neste assunto até que o tema fique mais claro. O mesmo aconteceu com a Record.

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: