Domènec reclama de erros defensivos e dispara: ‘Não estou aqui para competir com Jesus’

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com. Siga no Twitter: @EuBrguedes

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Domènec Torrent afirmou que o time perdeu o controle de um jogo que estava nas mãos e falou sobre Jorge Jesus

MRN Informação | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

Apesar da vitória do Flamengo sobre o Athletico-PR por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (4), no Maracanã, válido pelo jogo de volta das oitavas de final Copa do Brasil, o técnico Domènec Torrent não gostou do desempenho da defesa. Comemorando a classificação, o catalão destacou que a equipe teve muitos erros defensivos e projetou que isso pode ser problema no Brasileirão. Mas ao ser comparado com Jorge Jesus, disparou que não está competindo com o trabalho do português. O Rubro-Negro se classificou para as quartas de final com o triunfo.

Em entrevista, Domènec disse que o Flamengo precisa estar mais concentrado durante as partidas ou pode até mesmo custar o Campeonato Brasileiro se continuar sofrendo tantos gols: “Defensivamente, temos que estar focados. Podemos perder o Brasileirão também por isso. Em dois erros, demos dois gols. São coisas que não dá para treinar, é estar concentrado os 90 minutos”, disse aos jornalistas.

Questionado sobre o que está dando errado na defesa, Dome afirmou que a posse de bola não está boa: “Não estamos felizes com isso. Hoje falamos antes do jogo que, quando estamos com a bola, estamos bem, mas temos que melhorar isso. Quando erra no sistema defensivo, você tem problemas. Jogamos bem os primeiros 30 minutos e relaxamos. Não podemos dar bolas nos zagueiros e nos volantes. Ninguém é uma máquina, os jogadores podem errar porque os treinadores também erra. Mas, dos últimos seis gols nós demos cinco”, declarou.

Entretanto, o catalão rechaçou que sejam problemas do sistema defensivo como um todo e destacou que, no momento, há mais erros individuais que da equipe: “Tivemos problemas defensivos nos primeiros jogos com o Dome. Nos últimos jogos são erros individuais, de concentração. Estou preocupado com isso. Falamos, erramos novamente e vamos tentar corrigir. Não são problemas do sistema defensivo.”, explicou ao lembrar os últimos gols sofridos.

Torrent voltou a comentar que precisa mexer na equipe para que todos estejam 100% fisicamente. E lembrou que até mesmo Jorge Jesus já falava sobre o assunto: “Temos que colocar os melhores jogadores (fisicamente). Tenho confiança com todos. Gustavo errou? Concordo. Mas jogou outros jogos muito bem. Em seu último jogo, Jorge Jesus também falou disso, que precisa trocar jogadores. A maratona de jogos pede isso. Com a pandemia aumentou.”, justificou ao falar das substituições.

Porém, quando comparado com o ex-técnico português, Dome se mostrou desconfortável e disse que não era uma competição entre os dois: “O trabalho de Jorge foi excelente. Mas Domènec não está aqui para competir com Jorge. Tem que agradecer e respeitar. Mas não estou competindo com ele, sim com os adversário. Esse ano é diferente. O que jogaram em 10 meses vamos jogar em 7.”, disparou.

Com a provável volta de Arrascaeta e Gabigol para o duelo contra o Atlético-MG, o técnico do Flamengo explicou a situação de ambos: “Arrascaeta ainda não está reintegrado ao grupo, ainda tem desconforto. Gabi já entrou alguns minutos com o grupo, mas precisa melhorar fisicamente. Uma coisa é alta clínica, outra é fisicamente. É pouco a pouco, mas no jogo contra a base (amanhã) vamos verificar.”, explicou.

VEJA OS PRINCIPAIS TRECHOS DA ENTREVISTA

DEFESA

“Se erramos pênaltis, se erramos quando o Pedro não tocou a bola, tudo isso, são erros individuais do ataque. Nos últimos jogos não sofremos gols, demos os gols. Não foi criação do adversário, foram erros individuais. Estava irritado porque ontem falamos. Na palestra falamos. No vestiário falamos. Temos que estar focados e com intensidade os jogos de mata-mata. Podemos errar ofensivamente, mas não podemos dar mais gols. Se sofrermos gols é porque o adversário tem que jogar melhor”

JOGO SAINDO DO CONTROLE

“Já estávamos com o jogo controlado, 3 a 1, e demos outro gol. Isso não pode acontecer. Quando você erra muito claro ofensivamente afeta a concentração. O Flamengo vai ganhar mais jogos, mas não podemos dar mais tempo. Temos que estar focados sempre. Se errarmos novamente não vamos ganhar títulos”.

RODÍZIO

“Para estar todos focados todos têm que participar. Se você tem 25 jogadores e só jogam 14, você não tem 25, você tem 14. Para mim, para todos estarem focados, todos têm que jogar. Agora temos tempo para trocar alguns, mas sempre procuramos jogar com os melhores em cada jogo. Em jogos especiais precisamos de jogadores experientes, como na Libertadores, mata-mata, semifinais. Nos próximos jogos, 80/85% das vezes vão jogar os mesmos. Jogadores com muita carga de jogos, como Pedro, temos que ter cuidado. Agora temos quase 50% mais machucados que ano passado.”.

SOMBRA DE JORGE JESUS

“O trabalho de Jorge foi excelente. Mas Domènec não está aqui para competir com Jorge. Tem que agradecer e respeitar. Mas não estou competindo com ele, sim com os adversário. Esse ano é diferente. O que jogaram em 10 meses vamos jogar em 7. O Dome está aqui porque o Jorge decidiu trabalhar em outro país. Não tenho nenhum problema com ele. Não vou competir com ele. Se estão sempre comparando com Jorge, o próximo técnico vão comparar também

Não é uma desculpa, é a realidade. Não fizemos pré-temporada. Jogamos 5 jogos em 15 dias. Se querem continuar falando disso, podem, mas não é o mesmo. O Dome só está trabalhando aqui porque o Jorge decidiu trabalhar em outro país. Nunca ganha o técnico. Ganham os jogadores. Futebol é dos jogadores. Estou contente de trabalhar aqui. Mas, se sempre vão falar do Jorge, tenho que aceitar. Mas não é o mesmo. O que temos que fazer é trabalhar muito duro, estar focados todo tempo e ganhar mais jogos”.

AUSÊNCIA DA TORCIDA

“Todo mundo sabe que o Maracanã lotado, a possibilidade de ganhar é 95% dos jogos. Quando o adversário joga contra nossa torcida é muito complicado de ganhar no Maracanã”.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs