Compartilhar:

Na edição desta quarta (24) do programa ”Os Donos da Bola”, da TV Bandeirantes, o vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee, foi entrevistado, e ao ser perguntado se o clube irá vender seus direitos de transmissão para outra emissora transmitir a partida contra o Boavista, se limitou a dizer que a torcida terá tempo útil para saber onde será feita a transmissão.

Por uma questão até de estratégia jurídica, não estamos revelando quais são os planos e também ainda não está 100% fechado. Como o jogo é dia 1º de julho, vai ter tempo útil para anunciar para a torcida, mas eu não estou autorizado pelo departamento de marketing a revelar”.

Recentemente, a Rede TV e a Record se interessaram pelos direitos da partida, porém foram aconselhados por seus departamentos jurídicos, a não entrarem nesta negociação. A Fla TV segue como favorita para realizar a transmissão do confronto.

A polêmica envolvendo Flamengo e Globo sobre a Medida Provisória Nº 984, é um dos assuntos mais comentados nos bastidores do futebol brasileiro no momento. A MP editada pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana, afirma que todos os clube de agora em diante, podem vender seus direitos de transmissão de partidas como mandante para qualquer emissora. A Globo discorda e argumenta dizendo que essa MP não altera os contratos já em vigor. A disputa continua na esfera judicial.

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: