Compartilhar:

Apesar de ter Rafinha, o Flamengo ainda não tem um jogador de alto nível para disputar posição na lateral-direita

MRN Informação | Rafael Bizarelo – Twitter: @rafxzel

O Flamengo, apesar de ter um time extremamente forte, ainda enfrenta um problema para um substituto imediato para Rafinha. Caso o camisa 13 sofra uma lesão ou seja suspenso, o time ficará sem um jogador de alto nível na posição.

No elenco, o Flamengo tem João Lucas como reserva para Rafinha. O jogador de 22 anos foi destaque no Bangu e despertou interesse do Flamengo. Em 2020, jogou em seis partidas, marcando um gol contra o Volta Redonda.

Veja também: Flamengo mira a contratação do lateral-direito Fabricio Bustos

Ainda no Flamengo, existem opções da base, como Klebinho, de 21 anos. O jogador não teve muitas oportunidades no profissional do rubro-negro, e acabou emprestado ao Tokyo Verdy, do Japão. Em seu período de empréstimo, também não jogou muito. Outro jogador da base que pode conseguir espaço no time profissional é Matheus França, ou Matheuzinho, que chegou do Londrina em 2019. Considerado uma promessa, Matheus pode figurar também no elenco principal para dar uma competição maior a lateral-direita.

Foto: Divulgação / ACF Fiorentina

Mesmo que o clube tenha opções na base, deve-se entender que jogadores jovens estão propensos a ser inconstantes e também a ter dificuldades para se adaptar ao futebol profissional, que exige uma intensidade maior no jogo e também um nível técnico superior ao da base. Por isso, o Flamengo deve sim ficar atento ao mercado. Antes de sair, Jorge Jesus ainda deu uma indicação ao Flamengo: Gilberto, lateral-direito de 27 anos que joga pelo Fluminense. Jesus o indicou, mas também tem interesse em levar o jogador para o Benfica. Além do mais, o Fluminense pode relutar muito em vender o lateral para o seu maior rival, preferindo uma venda ao exterior, como foi visto na venda de Pedro para a Fiorentina. Ainda assim, vale a pena observar o desempenho de Gilberto em campo.

Leia também: Flamengo sonda situação de lateral do Colón, da Argentina

Gilberto é um lateral que sabe jogar muito bem no âmbito ofensivo, e teve a sua melhor fase quando o Fluminense jogou com um 3-5-2, tendo Gilberto como um ala. Jogando assim, Gilberto não precisava ter uma grande preocupação com a defesa, já que o time tinha três zagueiros e dois volantes para fazer a cobertura defensiva. Dessa forma, o jogador se encontrava com maior facilidade para explorar os setores laterais do ataque. O uso dessa formação foi visto no Fluminense pelo ano de 2018, e foi deixado de lado com a chegada de Fernando Diniz e seus sucessores, como o atual treinador Odair Hellmann. Hoje, Gilberto precisa sim ficar atento à cobertura defensiva, algo que ele falha em muitas ocasiões, deixando um grande buraco no lado direito. Em muitas ocasiões, Gilberto ainda chega a atacar pelo meio de campo, mas isso se deu muito por conta de falhas do próprio time. Vale ressaltar ainda que o Fluminense comprou 50% dos direitos do jogador por cerca de 80 mil euros, enquanto os outros 50% ainda pertencem a Fiorentina, da Itália.

Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG

Tendo em vista que Gilberto pode apresentar falhas ao defender, além de uma forte inconsistência, o Flamengo deve mirar outros jogadores também, e pode achá-los no mercado brasileiro, como é o caso de Guga, lateral-direito do Atlético Mineiro. Com apenas 21 anos, Guga é um dos laterais que vem se destacando no Brasil. O jogador surgiu no Avaí e foi comprado por apenas 1,8M de euros pelo clube mineiro, um valor muito bom tendo em vista o seu potencial e o valor pelo qual ele pode ser vendido.

Guga é um lateral mais completo, mas ainda em processo de evolução como jogador. No Brasileirão de 2019, atuou em 18 partidas pelo Atlético Mineiro, dando 4 assistências e somando bons números ofensivos e defensivos. O jogador ainda se mostra bem completo, principalmente quando observada a última partida entre Atlético e América Mineiro, jogo em que Guga fez uma função de volante. Pelo meio de campo, ele conseguia ter mais opções de passe e ainda deixava espaço para o ponta direito ficar aberto. Ainda assim, Guga se mantinha na linha de quatro defensiva como um lateral.

Foto: Divulgação

Leonardo Gomes, do Grêmio, é outra boa opção para a lateral-direita. Mais novo que Gilberto e mais velho que Guga, o jogador do Grêmio tem 24 anos e começou a se firmar como titular do time gaúcho já em 2019.

Léo Gomes apresenta uma ofensividade maior do que a de Guga. Sua participação no meio de campo também pode ser mais explorada, tendo em vista a capacidade técnica do jogador. Defensivamente, o time do Grêmio apresentou problemas em algumas partidas, já que Léo Gomes era instruído a jogar em uma linha de três com os zagueiros, deixando muito espaço na lateral. Além do mais, a sua participação no ataque através do meio de campo também deixava os zagueiros sobrecarregados em um possível contra-ataque adversário. Ofensivamente, pode ser bom, mas ainda precisa melhorar no quesito defensivo.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

No mercado sul-americano também existem excelentes nomes, e no River Plate pode ser encontrado Gonzalo Montiel, de 23 anos. Para ter o jogador, o Flamengo provavelmente teria que pagar caro para o River Plate, e ainda iria brigar com clubes europeus pelo lateral.

Montiel já teve funções de zagueiro, e é muito bom quando requisitado na defesa. Ele também se mostra extremamente completo, pois Marcelo Gallardo, seu treinador, exige que os laterais participem das zonas altas do campo, e já pressiona o adversário no campo de ataque, o que pode ser perigoso, principalmente por oferecer buracos para o adversários explorar. Ainda assim, sua participação ofensiva também é importante, trabalhando fortemente na criação com os meias e também criando chances para seu time. Hoje, Montiel figura entre os melhores laterais de toda a América do Sul.

Foto: Divulgação/AFA

Outro argentino que poderia ser um excelente reforço para o Flamengo é Fabricio Bustos, do Independiente, que também é mais um lateral completo, sendo muito bom defendendo e atacando. A especulação de Bustos no Flamengo não é recente, e rumores de uma ida do argentino de 24 anos para o Flamengo.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível criar conteúdo de qualidade sobre o Flamengo. Se você também acredita, clique aqui e torne-se apoiador do MRN.

Em 22 partidas disputadas por Bustos na última Superliga Argentina, o lateral venceu 76% das disputas de bola, tendo também 76% de precisão dos passes, além de 114 duelos vencidos e 50 desarmes. Seus números defensivos já mostram a capacidade do jogador de fazer tal função. Atacando, conseguiu três assistências e uma média de 54 passes por partida. Sua adaptação para um sistema de toque de bola com Torrent seria interessante, e possivelmente daria certo. Sua velocidade e sua boa capacidade técnica com bons passes podem somar a qualidade do meio de campo, que teria opções de criação pelas laterais.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação

Compartilhar: