32.3 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Voltou atrás! Eduardo Paes recua e veta retorno de público aos estádios no Rio

Leandro Chagas
Bacharel em Jornalismo pela FACHA, e pós-graduando em Jornalismo Esportivo na UERJ. Mesmo com 24 anos, já posso dizer que fiz de tudo um pouco na comunicação. Atualmente trabalho na assessoria de imprensa da deputada Martha Rocha, e sou redator nos sites Mundo Rubro Negro e Playmaker Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Prefeito da cidade disse que é “quase impossível” fiscalizar a medida aprovada nesta quarta-feira; confira:

Os estádios do Rio continuarão sem público. Foi o que disse o atual prefeito do Rio, Eduardo Paes, que voltou atrás e afirmou que a medida publicada nesta quarta- feira, que permitiria o retorno do público aos estádios, será revogada. O texto feito de forma conjunta pela secretarias de Saúde do estado e do município, previa que a quantidade de torcedores nos jogos seria de acordo com o grau de risco de contaminação para o covid-19 na região em questão.

Leia também: Novo protocolo do Carioca prevê adiamento dos jogos diante de diversos casos de Covid

Técnico especulado no Flamengo tem histórico com Gabigol

Através de suas redes sociais, Paes disse que seria “quase impossível” fiscalizar tal medida:

“A decisão de liberar os estádios com uma ocupação máxima de 1/10 está correta tecnicamente, de acordo com nossa secretaria de saúde. No entanto, obviamente trata-se de medida quase impossível de ser fiscalizada. A medida será revogada”, publicou Eduardo.

O que dizem as novas regras?

O texto da medida restritiva previa uma volta “gradual” do público aos estádios, que teriam as suas capacidades restringidas. Confira alguns detalhes das novas regras de combate ao Covid-19 publicadas na manhã desta quarta-feira:

  • Caso a região do estádio estiver com risco moderado, as arquibancadas poderão receber 20% da capacidade, mantendo um distanciamento de dois metros entre os torcedores.
  • Se o risco estiver alto, o percentual cai para somente 10%, com três metros de distância para cada um. 
  • Em último caso, se for risco muito alto, o público não poderá entrar.

Assim, a Conmebol já deu posicionamento sobre a final da Libertadores no Maracanã, que acontecerá no próximo dia 30, com os portões fechados. O Palmeiras, classificado após eliminar o River Plate, que perdeu a última decisão da competição para o Flamengo, agora espera seu adversário que sairá do confronto entre Santos e Boca Juniors, nesta quarta-feira.

Com números alarmantes, o painel de Covid-19 registrava, na manhã desta quarta-feira (13/01), 15.664 mortos na capital, com 175 mil casos. Além disso, em todo o estado, já são quase 27 mil óbitos e 465 mil casos totais. O boletim aponta ainda para uma tendência de alta (+115%) para mortes por coronavírus. 

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs