31.6 C
Rio de Janeiro
terça-feira, janeiro 26, 2021

Eliminado, Rogério Ceni defende jogadores e explica os próximos passos do Flamengo

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Técnico Rogério Ceni afirmou que ele e equipe precisam melhorar para a sequência da temporada

MRN Informação | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

Após o Flamengo ser eliminado pelo Racing em pleno Maracanã, nesta terça-feira, 1ª, o técnico Rogério Ceni defendeu o empenho dos jogadores. Para o treinador, o resultado não reflete o que os atletas fizeram em campo. Entretanto, projetando, o futuro, o ex-goleiro afirmou que ele e equipe precisam melhorar para a sequência da temporada.

De acordo com Ceni, a estratégia de tirar Arrascaeta e Éverton Ribeiro era ter jogadores de velocidade para tentar furar o bloqueio do Racing: “Primeiro, eles foram inclusos e jogaram até o momento da expulsão de Rodrigo Caio. Abrimos Vitinho e Bruno Henrique abertos com Pedro no meio, dois volantes, arriscamos mais. Precisava de velocidade pelas pontas.”, disse o técnico.

MAIS NOTÍCIAS

Jorge Jesus detona FIFA em lista de melhores técnicos e revela para quem torcerá

Pablo Marí revela história após gol do Flamengo na final da Libertadores

Willian Arão revela treinos de Rogério Ceni e mudança em relação a Domènec

Porém, após a eliminação, Rogério explicou que tudo parece ruim: “O resultado final não expressa o que esses caras fizeram no dia de hoje. (…) Se a gente consegue a classificação nos pênaltis, somos heróis. Como não, temos que dar explicações”, declarou aos jornalistas.

Pedro, que voltava de lesão, entrou no fim. O técnico explicou as condições do atacante para a partida: “O Pedro já expliquei, vinha de lesão e treinou apenas duas vezes com a gente. Sobre os dois de lado, tanto Éverton quanto Arrascaeta, eu gosto muito. Mas preferi jogar com dois de velocidade”.

Cobrado sobre os maus resultados e a falta de melhora na equipe, Ceni se defendeu: “Eu sei da entrega de todos e das minhas. Trabalhei 12/14 horas por dia, dormi no CT, tentando fazer com que o time melhorasse. Não tem o que falar dos atletas, o resultado não representa o que aconteceu”, disse.

Sobre seu trabalho seguir ou não no Flamengo após duas eliminações seguidas, o técnico preferiu destacar os próximos passos: “Acredito que eu posso fazer o meu melhor todos os dias. Posso tentar melhorar a intensidade, fazer com que o time pressione mais, rodar mais… eu só não posso controlar resultado”, afirmou.

O Flamengo encara o Botafogo no próximo sábado, 5, às 17h. O jogo é válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs