Compartilhar:

Twitter: @Yago_Martins23

Grazianni Maciel Rocha já foi alvo de duras críticas por parte do Flamengo

Nesta quarta-feira (12), o Flamengo entra em campo às 20h30 no Maracanã, para enfrentar o Fluminense pela semifinal da Taça Guanabara. Por melhor campanha na fase de grupos, o rival do rubro-negro tem a vantagem do empate para se classificar para a final do turno, e o árbitro já foi escolhido.

LEIA: Ainda dói? Argentino comenta em post de Gabigol

SEJA SÓCIO TORCEDOR

Grazianni Maciel Rocha estará responsável pela arbitragem do clássico. Luiz Claudio Regazone e Michael Correia serão os auxiliares. O VAR será comandado por Carlos Eduardo Nunes Braga.

POLÊMICA

O nome de Grazianni já foi alvo de manifestações do lado do Flamengo. Em 2013, o Fla entrou na Comissão de Arbitragem de Futebol do Rio (Coaf-RJ), com uma representação contra o juiz. Na partida, o rubro-negro perdeu por 2 a 0 contra o Botafogo, na semifinal da Taça Guanabara.

Os advogados do clube sustentaram que o árbitro teve atuação “desastrosa e lamentável” e pediram que fossem tomadas as “providências técnicas e disciplinares cabíveis”, no intuito de evitar que ele voltasse a apitar partidas do clube.

A maior reclamação é de um suposto pênalti no lance em que a bola bateu no braço de Marcelo Mattos (volante do alvinegro na época), em chute de Rodolfo (meia que era uma promessa da Gávea).

Outro trecho da reclamação rubro-negra dava conta que que o árbitro não tem a experiência necessária para jogos do porte de uma semifinal.

“A atuação do árbitro Grazianni Maciel Rocha no jogo realizado entre as equipes do Flamengo e Botafogo, pela semifinal do Campeonato Carioca de 2013, foi desastrosa e lamentável. O árbitro estava nervoso desde o início da partida, invertendo faltas, amarrando o jogo e deixando de marcar pênalti claro, influenciando drasticamente o resultado da partida. Não há dúvida de que a atuação do árbitro revela a sua inexperiência para apitar jogo de tamanha importância. Com atuações como essa, árbitros podem colocar em risco grande investimento de um clube para criar e manter um elenco digno de um time apto a disputar o Campeonato Carioca”.

Crédito de imagem destacada: UrsulaNery/AgênciaFERJ

Compartilhar: