Em coletiva, Tannure revela motivo das lesões dos atletas do Flamengo

Marcio Tannure falou sobre todos os problemas médicos que vem assolando o Rubro-Negro

O chefe do departamento médico do Flamengo, Dr. Marcio Tannure, concedeu entrevista coletiva no CT Ninho do Urubu na tarde desta sexta-feira, 27, e falou sobre as mudanças que seu setor sofreu nos últimos meses, e o motivo das frequentes lesões que atletas do clube vem sentindo.

Leia também: Black Friday do Mengão? Confira camisas do clube abaixo de R$ 120

Confira os trechos da coletiva

Não tenho dúvida que não só a Covid como outros fatores pode estar interferindo nisso. O Flamengo é o clube que sempre libera jogadores para a seleção, é o time que jogou mais esse ano, que jogou mais ano passado, não tivemos férias nem descanso“.

Temos que avaliar não só o número de lesões, temos que avaliar o número de jogos e o Flamengo não é o time com o maior número de lesões em relação ao número de jogos“.

Não tivemos nenhum time que jogou quatro vezes em uma semana. O Flamengo precisa ser comparado com ele mesmo, porque nenhum time teve o mesmo cenário para poder comparar“.

Não temos dúvida que o Flamengo vai chegar, e a nossa temporada acaba em fevereiro. Estamos tratando os problemas iniciais para que não se repita e os jogadores cheguem bem até o final da temporada“.


O departamento médico do Flamengo vem sendo elogiado há algum tempo não só ano passado. Em 2016, por exemplo, estava no ranking do clube com menos lesões, o mesmo aconteceu em 2018. O trabalho foi mantido, com as conquistas em 2019 tudo é mais valorizado“.

Na verdade, a gente perdeu alguns profissionais no clube em 2018, em 2019 perdemos outros, as mudanças foram estudas por nós mas estávamos esperando a chegada da comissão achamos que ia ter necessidade de fazer um trabalho individualizado. Os critérios foram os mesmos que utilizei para contratar os funcionários antes. Os dois médicos que estavam no clube eu contratei para a base, promovi aos profissionais. Com a saída deles, entendíamos que a gente precisava ajustar algumas coisas”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here