Compartilhar:

O governo do Equador determinou que “as partidas de futebol de índole nacional e internacional” deverão ser realizadas sem público “e tomando todas as medidas de prevenção do caso” para evitar a propagação do coronavírus no país. A próxima partida do Flamengo na Libertadores está marcada para daqui a uma semana, no dia 19 de março, contra o Independiente del Valle, em Quito. O jogo seguinte do Flamengo na competição, no dia 7 de abril, também será no Equador, contra o Barcelona de Guayaquil.

Acatando a determinação do governo, a Liga de Futebol do Equador já anunciou que os jogos neste fim de semana acontecerão com portões fechados. A Conmebol não se pronunciou especificamente sobre a decisão equatoriana, mas já havia dito que acataria as determinações dos governos locais. É muito provável, então, que o jogo da quinta-feira que vem, se mantido, aconteça com os portões fechados.

Outros países sul-americanos também já decretaram a realizaçao de jogos sem público, caso de Paraguai e Argentina. O início das Eliminatórias Sul-Americanas foi adiado pela FIFA, já que envolveria a viagem de jogadores de países europeus para a América do Sul.

O Equador tinha, até ontem, 17 casos confirmados de coronavírus.

(Na imagem principal, Pedro comemora gol contra o Independiente del Valle em Quito na final da Recopa Sul-Americana. Foto de Alexandre Vidal/Flamengo/Divulgação)

Compartilhar: