Fla busca novo patrocinador para a Arena Multiuso na Gávea

Quatro anos após apresentar o projeto, a novela envolvendo a Arena Multiuso na Gávea segue sem uma definição. O Flamengo e a empresa que representa o McDonald’s no Brasil ainda não fecharam a possibilidade de acordo, e não há otimismo que as partes consigam um novo alinhamento comercial.

Após seguidas reuniões, alguns pontos no contrato continuam inviabilizando o acerto. Com isso, os dirigentes rubro-negros começam a buscar alternativas para viabilizar o projeto – estimado em cerca de R$ 26 milhões. Segundo informação apurada pelo Mundo Rubro Negro, o Flamengo já está negociando com outros possíveis patrocinadores.

A casa dos esportes olímpicos rubro-negros terá capacidade para 3.600 pessoas e receberá as equipes de basquete, vôlei e futsal (confira o vídeo do projeto abaixo). A estimativa é que as obras durem cerca de 1 ano e 8 meses. Porém, antes o Flamengo precisa definir o seu parceiro, elaborar o contrato e apresenta-lo ao Conselho Deliberativo para aprovação.

https://www.youtube.com/watch?v=W57L8NlCYZg

- Advertisement -

Apesar do nome que pegou – “Arena McFla” –, em caso de um improvável acerto, não há nenhum acordo para o McDonald’s dar o nome ao empreendimento. O naming rights da arena pertence ao Flamengo.

Relembra a batalha para a aprovação do projeto

A princípio, o Flamengo planejava a arena pronta antes mesmo das olimpíadas de 2016, mas vários entraves acabaram atrasando o início das obras.

A primeira luta depois que o projeto foi aprovado no Conselho Deliberativo do clube foi a aprovação no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O espelho d’água da Lagoa Rodrigo de Freitas é tombado pela instituição, que viu no projeto vários pontos prejudiciais à paisagem. Foi um momento de angústia e muita negociação na remodelagem do desenho da Arena, com a consequência direta na perda de muitos assentos. Finalmente, o IPHAN aprovou em março de 2015, quase dois anos após a entrada no processo.

A partir deste ponto a briga era com órgãos da prefeitura da cidade. Entre idas e vindas na CET-Rio (empresa de controle de tráfego), CBMERJ (corpo de bombeiros do estado do Rio) e Secretaria de Meio Ambiente, além de uma nova aprovação final do IPHAN. Em 2017, finalmente, a prefeitura do Rio aprovou as obras.

Em abril deste ano, o Flamengo conseguiu a autorização do Governo do Estado do Rio de Janeiro para a construção da Arena Multiuso, na sede social do clube, na Gávea.

Imagem destacada nos posts e nas redes sociais: divulgação/Flamengo


Quer ser apoiador do Mundo Rubro Negro? CLIQUE AQUI

LEIA TAMBÉM

> Lateral do Botafogo pode ser denunciado por pisão em Matheus Sávio
> Embaixada levará torcedores com deficiência para assistirem jogo do Flamengo
> Flamengo divulga parciais de vendas para os jogos contra Cruzeiro e Grêmio
> Olympiacos faz proposta por volante do Flamengo
> Flamengo define a data de estreia do uniforme azul
> Flamengo nega que esteja acertado com o atacante Vargas
> Corrida contra o tempo: saiba até quando o Fla pode inscrever reforços nas competições em que está
> Com seis estrangeiros no elenco, saiba quais são as regras para usá-los
> Cruzeiro faz acordo com o Flamengo por dívida de Mancuello

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here