Flamengo supera o Franca e segue na disputa pelo bicampeonato da Copa Super 8

Rafael Sacharny
Jornalista carioca formado pela FACHA, 25 anos e pós-graduando em Jornalismo Esportivo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Flamengo é melhor que o Franca, vence a primeira partida do ano e se classifica para as semifinais

No jogo mais disputado das quartas de final da Copa Super 8, o Flamengo venceu o Franca por 90 a 79, na tarde deste sábado, e garantiu sua vaga nas semifinais no torneio eliminatório do NBB. Pela primeira vez uma edição da Copa terá os quatro melhores colocados do primeiro turno na fase semifinal. Além do título, a equipe vencedora assegura um lugar para a Champions League Américas.

Portanto, na próxima partida, o time da Gávea vai enfrentar o Bauru, na terça-feira, igualmente no ginásio Antônio Prado Jr. A bola sobe às 17h, com transmissão da ESPN.

+ Confira a tabela do Super 8

O cestinha do jogo foi o ala Chuzito, do Flamengo, com 19 pontos. Além dele, o ala/pivô Olivinha (17 pontos e 11 rebotes), o ala Marquinhos (13 pontos), e o armador Yago (12 pontos e 8 assistências), se destacaram na equipe carioca. O maior pontuador do Franca foi o ala-armador Fuzaro, com 18.

Chuzito sobe para marcar mais uma cesta para o Flamengo nas quartas de final do Super 8. Foto: João Pires – LNB

– Sem duvida a gente esperava o jogo muito duro, a gente sabe da qualidade do Franca. A gente veio para fazer nosso rrabalho, conseguimos fazer um bom jogo, a gente conseguiu abrir uma diferença boa no momento que estava duro. A confiança da equipe cresce nesses momentos e vamos com confiança para a semifinal – disse Olivinha logo após a partida.

Primeiro tempo 

1º quarto – Os primeiros dois pontos foram marcados em lances livres por Lucas Dias, para o Franca. Em seguida, Rafael Mineiro com uma bola de três abriu o marcador para o Flamengo. Com bom volume de arremessos e rebotes ofensivos no início, o ataque rubro-negro prevaleceu e Hettsheimeir, também com uma cesta do perímetro, fez o time carioca aumentar a vantagem.

No entanto, o Franca equilibrou as ações do jogo, se aproximou e chegou a virar o placar. No fim do quarto, a intensidade da partida aumentou, os times cometeram muitas faltas, mas o Franca seguiu dominando e tendo o maior aproveitamento nos arremessos. Com isso, o Flamengo que teve bastante erros, saiu de quadra perdendo por 27 a 19.

2º quarto – Na volta para o segundo período, o Flamengo começou forte com as cestas de Mineiro e Marquinhos, e o técnico Helinho pediu cedo um tempo. Porém, o Rubro-Negro voltou a cometer erros, alguns até infantis, permitindo ao Franca pontuar com facilidade. Mas como o jogo é dinâmico, depois de um tempo pedido por Gustavinho, o time da Gávea corrigiu o que precisava, impôs seu estilo e assim rapidamente virou o placar.

Já no fim do quarto, as defesas apareceram bem e novamente o jogo ficou truncado com faltas. O equilíbrio foi notório entre os times, de tal forma que o placar ficou empatado em 46 a 46 na saída para o intervalo.

Olivinha marcou mais um duplo-duplo na carreira sendo fundamental para a vitória rubro-negra. Foto: João Pires – LNB

Segundo tempo

3º quarto – O início da terceira parcial começou quente para o Franca, sobretudo com Jamaal, bem na defesa assim como no ataque. Do outro lado, Olivinha foi o responsável por manter o Flamengo próximo do placar. Yago, com uma cesta de três, voltou a colocar o time carioca na frente. Com a disputa acirrada, novamente as faltas apareceram e o jogo ficou um pouco nervoso, já que a arbitragem ficou sob pressão com as marcações. Dessa maneira, os pontos em arremessos de quadra foram diminuindo enquanto os lances livres cresceram, ganhando grande importância.

Por fim, Leo Demétrio e Balbi meteram duas bolas de três seguidas que foram fundamentais para o Flamengo vencer o quarto por 23 a 19. Assim, a equipe foi para o último período com uma pequena vantagem de quatro pontos – 69 a 65.

4º quarto – Olivinha e Marquinhos seguiram liderando o Flamengo e aproveitaram a oportunidade para abrir a vantagem de nove pontos na metade da parcial (78 a 69). Com isso, o Franca ficou abatido e cometeu diversos erros no momento crucial. Lucas Dias, que era o melhor jogador francano, fez a quinta falta e saiu mais cedo de quadra.

A partir daí, o Mais Querido administrou o tempo com eficiência, soube selecionar os ataques e ficou seguro na defesa. Já no minuto final, Rafael Mineiro acertou mais um arremesso e praticamente selou a classificação. No último lance, Olivinha fez uma cesta livre de marcação e dessa maneira fechou a vitória por 90 a 79.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs