Compartilhar:

Flamengo e Pinheiros disputaram uma partida acirradíssima na Arena Carioca 1, o Mais Querido levou a partida nos detalhes e conseguiu a tão sonhada classificação para a decisão da Copa Super 8.

Acesse agora useartillero.com e concorra a uma camisa irada na promoção de lançamento do site!

O Jogo

O primeiro quarto começou com o Flamengo mostrando para o que veio. Partindo pra cima e acertando boas jogadas ofensivas, o Pinheiros, por outro lado, tentava contra-atacar o time flamenguista, mas pouco conseguia. O quarto terminou com dez pontos de vantagem para o Flamengo. 23×13, isso se deveu ao fato da defesa ter ido muito bem. Mesmo com a derrota no quarto, a jogada do período foi do Pinheiros, na última posse Dawkins disparou da quadra de defesa e acertou uma cesta monumental na Arena Carioca 1.

O segundo período começou com o Flamengo mantendo sua superioridade, Marquinhos já começou anotando dois pontos e dando uma assistência para cesta de três de Deryk. Caio Torres tentou responder na mesma moeda, mas o arremesso saiu torto. Os visitantes estavam perdidos em quadra. Caio Torres, do Pinheiros e Vargas, do Fla, se estranharam e levaram falta técnica.

As jogadas do Flamengo começavam a fluir e o Pinheiros não conseguia agredir, Deryk deu uma assistência magistral passando a bola por cima da defesa para conclusão de Rafael Mineiro.

Marquinhos, como de praxe, tomou conta da segunda metade do quarto. As ações ofensivas do Flamengo sempre passavam nas mãos do camisa 11, o time da capital paulista, porém, começou a responder com boas jogadas de infiltração, parando de tentar desesperadamente as bolas três pontos. Faltando um minuto para o fim do quarto, a vantagem era de nove dígitos: 38×29, coisa que poucos minutos antes eram de quase 20. O técnico Gustavo De Conti sinalizou uma parada para dar uma esfriada no ímpeto dos visitantes.

Marquinhos anotou 17 pontos. Foto: Divulgação/Flamengo

Ao fim do primeiro tempo, o Flamengo roubou a bola de Betinho e numa transição rápida, Deryk, da zona morta, matou uma linda cesta de três. Final: 41×29.

Em entrevista no intervalo da partida, Marquinhos comentou sobre os erros do time: “Temos que prender a bola um pouquinho mais, parar de errar tanto passe bobo. Defensivamente não tem do que reclamar.”

Segundo tempo

O início do terceiro quarto foi de pressão total do Mais Querido. Jhonathan converteu uma bola de três que colocou a vantagem do Mengão para 16 pontos.

Após isso, o Flamengo individualizou muito, e o Pinheiros cresceu no jogo acertando as jogadas ofensivas. Dawkins acertou uma bela cesta dentro do perímetro e o técnico Gustavinho rapidamente pediu tempo técnico.

Mas a pausa não funcionou, e o Flamengo voltava a ser individualista, Marquinhos, destaque do time até então, falhava repetidamente. Enquanto isso o Pinheiros diminuía a vantagem flamenguista, sobrou para Franco Balbi realizar ótima jogada e sofrer a falta e convertendo os dois lances livres, dando um alívio ao Flamengo. Os visitantes venceram o quarto por 10×16. 51×45 para o Mengão.

O último período começou à toda, festival de bola de três pontos. O Pinheiros converteu duas, o Flamengo uma.

Olivinha tentou responder, mas amassou o aro. Dawkins, melhor jogador do Pinheiros no jogo, meteu cesta de três e o momento ficou crítico para o Flamengo. Pela primeira vez desde o primeiro quarto o Pinheiros estava a uma posse da virada. Mas, Franco Balbi, decidiu acertar duas bolas de três e a Arena Carioca 1 foi à loucura.

Rapidamente o Flamengo recolocou a vantagem na casa dos dois dígitos: 66×56.

Mas não durou por muito tempo, após falhas defensivas, a mais grave na saída de Rafael Mineiro e Deryk, Dawkins diminuiu a vantagem novamente para uma posse: 70×68. Isso faltando 1m31s.

O Pinheiros teve a faca e o queijo na mão para, pelo menos, empatar a partida. Dawkins, mais uma vez, teve a bola, mas não conseguiu achar alguém livre e o tempo de posse acabou. Ótimo trabalho defensivo do Flamengo.

A posse voltou a ser do Flamengo faltando 24.2 segundos para o fim da partida. Olivinha, com toda sua experiência, cavou falta e converteu os dois lances livres, abrindo quatro de vantagem. Mas, o Pinheiros não desistiu e ainda converteu mais uma cesta, porém, de dois pontos. Marquinhos, outro bem experiente, sofreu falta e acertou os dois pontos. Quatro pontos de vantagem faltando apenas 3.7 segundos.

Ainda deu tempo para o time da capital paulista acertar uma cesta de três com Betinho, colocando o coração de todos os flamenguistas da Arena Carioca 1 na boca. A bola voltaria a ser do Flamengo, Jhonathan sofreu falta na saída do jogo e converteu ambos os lances livres, dando a vitória ao Mais Querido.

Placar final: 78×75.

Destaques do time

Franco Balbi – 22 pontos e 6 assistências
Marquinhos – 17 pontos, 7 rebotes e 5 assistências
Deryk – 11 pontos
Jhonatan – 9 pontos e 5 rebotes


Compartilhar: