FIFA mantém suspensão de Guerrero e laudo de contraprova identifica substância

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

A FIFA negou o pedido de interrupção da suspensão preventiva de 30 dias de Paolo Guerrero, feito por sua defesa nessa semana. O jogador segue sem poder atuar por sua seleção, que enfrenta a Nova Zelândia pela repescagem da Copa do Mundo 2018, na próxima semana, e também por seu clube, o Flamengo.

O julgamento do peruano foi marcado pela FIFA para o próximo dia 30, mesma data em que o Flamengo faz o jogo de volta, na semifinal da Copa Sul-Americana, contra o Junior Barranquilha, na Colômbia. O jogador está no Peru desde o último final de semana.

Além da notícia do julgamento e da recusa em interromper a suspensão, saiu também nesta sexta-feira (10), o resultado do exame de contraprova do atacante, que também apontou a substância benzoilecgonina – presente na cocaína. A defesa já esperava que os exames atestassem positivo, pois, segundo os advogados, a contaminação veio através de um chá antigripal, proveniente das folhas da coca, muito comum em alguns países da América Latina.

Ainda no Peru, Guerrero pode retornar aos treinos na próxima semana no Ninho do Urubu. Como permanece suspenso, suas atividades devem ser separados do restante do elenco.

 

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs