Compartilhar:

Entidade afirmou que só podem clamar essa honraria os clubes que conquistaram o Mundial a partir de 2000, ou a Copa Toyota, iniciada em 1960

Na última semana, o Botafogo se auto proclamou tri campeão Mundial, pelas conquistas da Pequena Taça do Mundo, um extinto torneio triangular organizado em Caracas (Venezuela). O clube publicou em seu site os títulos e pretendia ir a Fifa para buscar o reconhecimento das conquistas.

Porém, em contato com a ESPN, representantes da entidade máxima do futebol reforçaram que apenas os clubes que venceram o Mundial a partir de 2000 (organizado pela Fifa e que teve a segunda edição em 2005) ou a Copa Intercontinental (também conhecida como Copa Toyota), fundada em 1960, podem se considerar campeões do Mundo.

“Em 2017, o Conselho da Fifa reconheceu todos os times europeus e sul-americanos que ganharam a Copa Intercontinental (disputada entre 1960 e 2004) como campeões mundiais”, disse um porta-voz da Fifa, à reportagem.

Decisão que continua contemplando o Flamengo como o único clube do Rio de Janeiro campeão Mundial. Em 1981, o rubro-negro venceu o Liverpool por 3 a 0, em solo japonês.

O Mais Querido disputou a Copa Intercontinental como representante da América do Sul, já que foi campeão da Libertadores no mesmo ano. O Liverpool conseguiu a vaga no torneio, conquistando a Champions League. O Mundial da época era disputado em jogo único, confronto entre o campeão da América contra o da Europa.

Por esses critérios, os times campeões do mundo no Brasil são:

Pela Copa Intercontinental
Santos (1962, 1963)
São Paulo (1992, 1993)
Grêmio (1983)
Flamengo (1981)

Pelo Mundial de Clubes da Fifa
Corinthians (2000, 2012)
São Paulo (2005)
Internacional (2006)

Sobre mim:

Twitter: @Yago_Martins23 | 22 anos, passagens por Rádio RPC, jornal Ilha Notícias e TV Ilha Carioca.

Compartilhar: