Flamengo 2019 x Flamengo 2020: Veja a comparação entre as campanhas

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com. Siga no Twitter: @EuBrguedes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Bruno Guedes – O Flamengo conquistou o octacampeonato brasileiro após assumir a liderança nas duas últimas rodadas. Bem diferente de 2019, quando levantou o troféu com quatro jogos ainda restantes. Mas o que mudou nas campanhas que acabaram campeãs do Brasileirão? O MRN mostra alguns números que comparam as duas equipes rubro-negras.

LEIA MAIS: O dia em que Zico recusou a coroa de rei

Em dados gerais, o Rubro-Negro teve uma queda considerável em termos de desempenho. Entretanto, por conta dos casos de Covid que abalaram o esporte e a tabela atípica do Campeonato Brasileiro, foi superior aos demais 19 times da Série A.

Os números foram fornecidos pelo sofascore.com. Confira:

FLAMENGO NA PONTUAÇÃO

O Flamengo de Jorge Jesus bateu o recorde de pontos do Campeonato Brasileiro com 78,9% de aproveitamento e 90 no total conquistados. A vitoriosa campanha do português foi a melhor da história dos pontos corridos, superando o Corinthians de Tite, em 2015, que teve 71%.

Já a equipe de Rogério Ceni – com a passagem também de Domenèc Torrent – alcançou 71 pontos e 62% de aproveitamento. Números expressivos, mas que por conta de algumas goleadas sofridas e a oscilação no campeonato, deram a impressão de uma campanha ruim. O que não se comprovou.

VEJA TAMBÉM: Quem é Max? Conheça um pouco mais sobre o autor do gol do Flamengo

GOLS MARCADOS E SOFRIDOS

Um dos pontos fortes da equipe treinada por Jorge Jesus era seu equilíbrio tático. O resultado acabava sendo um time que marcava muitos gols e sofria poucos. Assim, no Brasileirão de 2019, o Flamengo anotou 86 tentos e foi vazado apenas 37 vezes.

Em 2020, com dois técnicos diferentes e uma equipe em reconstrução ao longo do torneio, o Rubro-Negro marcou 68 gols e sofreu 48. Foi o campeão que mais vezes teve as redes vazadas na década. Entretanto, seu poderio ofensivo, novamente fez a diferença nos números finais.

CHUTES PARA MARCAR UM GOL

Se o ataque era o grande destaque de 2019, a quantidade de chances convertidas provam isso. O time do Mister precisava de 5.1 chutes em média para fazer um gol. Contudo, em 2020, os números também não são tão diferentes. Portanto, a equipe liderada por Ceni precisou de 6.4 chutes em média para balançar as redes adversárias.

CHUTES PARA SOFRER UM GOL

Como citado anteriormente, o equilíbrio defensivo do time de Jorge Jesus fez a diferença nas comparações e naquela campanha histórica. O Flamengo sofria um gol a cada 8.2 chutes do adversário em média. Dados que se refletiram na estatística citada mais acima.

Entretanto, com dois técnicos em 2020, o Rubro-Negro concedia mais chances aos rivais. Em média, era vazado a cada 6.2 chutes do ataque oponente. Os números tiveram um agravamento por conta das goleadas sofridas diante de Atlético-MG e São Paulo, por exemplo.

Acompanhe o jornalista Bruno Guedes no Twitter

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro. Clique aqui e seja apoiador.

Notícias do Flamengo

Blogs