Compartilhar:

Twitter: @Yago_Martins23

Repórter do Flamengo no YouTube, Julie Santos revelou ter ficado em “choque” em entrevista ao MRN

O Mundo Rubro Negro entrevistou nesta terça-feira (4), a repórter Julie Santos da Fla TV, que após a vitória do Flamengo por 3 a 1 diante do Resende no Maracanã, contou ter sido assediada por algum torcedor, enquanto trabalhava na saída do estádio.

No papo com nossa redação, Julie revelou que já viveu situações semelhantes em outras ocasiões, se sentiu em “choque” no momento, e terminou mandando um recado para as torcedoras que frequentam o Maracanã para apoiar o Mais Querido.

LEIA: O que os jogadores do Flamengo falaram após a vitória contra o Resende

CONFIRA A ENTREVISTA

MRN: Há quanto tempo está na Fla TV? Nesse período vivenciou algo parecido no Maracanã?

JULIE: Estou há 8 meses na FlaTV e já passei por uma situação parecida, mas nunca de encostarem em mim. Uma vez estava entrevistando um torcedor e ouvi outro dizendo “passa a mão na bunda dela”. O torcedor respeitou, comentando “tá doido, olha o respeito”. Mas dessa vez apertaram mesmo

MRN: Como se sentiu no momento? Conseguiu de alguma forma reconhecer quem praticou o ato?

JULIE: Eu fiquei em choque e só sabia dizer pra minha equipe “apertaram minha bunda”. Um dos homens que trabalham comigo conseguiu me tirar do meio da “muvuca”. Eu olhei pra trás, mas só tinha uma criança que ficou me olhando.

Não deu pra ver quem foi, pois eram muitas pessoas, e quando olhei, já tinham saído e ficaram poucos que queriam ser gravados.

MRN: Imaginamos que o clima entre a equipe foi de revolta. O clube já está ciente internamente?

JULIE: Não sei se o clube está ciente, porque eu também não falei com ninguém, apenas com aquela equipe que estava comigo. Eu desabafei no Twitter, mas não imaginava que fosse tomar essa proporção toda.

MRN: Uma mensagem para as torcedoras que vivem no Maracanã, apoiando o Flamengo.

JULIE: A mensagem que eu deixo para as meninas é que não se calem em momentos como este. É difícil. Eu por exemplo não sabia o que fazer na hora! A gente pode chegar muito longe e juntas somos mais fortes. Lutaremos juntas para que a cada dia muitas outras meninas estejam nas arquibancadas seja trabalhando, ou torcendo.

O Flamengo emitiu uma nota oficial em seu Twitter, falando sobre o caso.

O Mundo Rubro Negro repudia o assédio sexual ocorrido com a repórter Julie Santos, do canal oficial do Clube de Regatas do Flamengo no YouTube, a Fla TV. O site não tolera tal ato ofensivo e demonstra total apoio a repórter neste momento.

Compartilhar: